shadow

A FORD UNIU DUAS PAIXÕES DOS BRASILEIROS.

Perfumart - Post ford cheiro novoO brasileiro é conhecido, mundialmente, por algumas de suas paixões, como carnaval, praia, cerveja gelada e futebol. Mas só quem é brasileiro de verdade sabe que nós também somos apaixonados por perfumes e carros. Melhor ainda, quando eles têm aquele cheirinho de novo!

Já faz tempo que a indústria automotiva trabalha com avaliadores olfativos especializados, pois o famoso “cheiro de carro novo” está muito associado à sensação de conquista pessoal. Para se conseguir tal aroma, é necessário juntar cheiros específicos de materiais da cabine (borracha, plástico, madeira e metal) com combinações e cheiros de tecidos e couros, criando aspectos de conforto.

Os fabricantes já entenderam que o conforto sensorial interfere, diretamente, na percepção da qualidade de seus produtos. A Audi, por exemplo, criou seu time de avaliadores (nose team) em 1985. Além de não adicionar qualquer tipo de aromatizante aos componentes, a empresa defende que o padrão é fazer o cheiro característico durar, pelo menos, seis meses.   

Pensando nisso, a Ford criou um time de especialistas, em diferentes regiões do mundo, só para aprimorar esse aspecto. A empresa colocou em funcionamento laboratórios especializados em odores nos continentes americano, europeu e asiático, a fim de que todos os materiais usados nos seus carros fossem testados. Essa abrangência de regiões, segundo os estudos, deve-se ao fato de que as pessoas não sentem certos aromas da mesma forma e por diversos motivos, tais como: genética, aspectos culturais e costumes. O couro, por exemplo, é um material desafiador, que desperta reações diferentes em cada mercado. Você sabia que seu cheiro não é apreciado pelos orientais?

Sobre os avaliadores

Ford testa o cheiro de tudo que é usado em seus veículos. O critério nessa avaliação é que os materiais tenham um odor perceptível, mas não perturbador. Por exemplo, o seu laboratório na Ásia, localizado em Nanquim (China), conta com um time de 18 “superolfatos”, que testam cerca de 300 materiais e componentes por ano. Então, esse seleto grupo é renovado e os candidatos passam por uma nova seleção, que inclui a avaliação de amostras de materiais colocados em recipientes diversos.

“Eles não podem fumar, ter alergias ou sinusite. Também não podem usar perfume, jaqueta de couro, esmalte de unhas ou shampoos com cheiros fortes, que comprometam o olfato.”, explica Mike Feng, testador de odores da Ford há quatro anos.Perfumart - Post Ford Superolfatos 1

Amostras de materiais

Para avaliar o cheiro que um carro novo terá, a Ford testa amostras de materiais usando recursos simples, como vasilhas de vidro e fornos. As amostras são aquecidas em diferentes temperaturas, entre 23°C a 80°C. Em outra fase, os avaliadores adicionam água aos recipientes para criar um ambiente úmido. Desta forma, a empresa garante que os materiais usados em seus carros terão o mesmo cheiro em qualquer condição, mesmo em dias muito quentes.

Perfumart - Post Ford Superolfatos 2

Inovando o mercado 

Em 2012, a Ford da Espanha inovou ao criar um perfume com “cheiro de carro novo” para reforçar uma campanha de marketing, a fim de promover sua linha de carros usados chamada Ford Selección. Na época, Olor a Nuevo (Cheiro de Novo), como foi chamado o produto, não só foi utilizado no showroom das concessionárias, como também foi vendido, separadamente, para proprietários de carros usados. A campanha foi um sucesso!

Perfumart - Post Ford Superolfatos 3

 

*Solicitante: Burson-MarstellerTextos e formatação: Perfumart / Imagens: reprodução Google / Ford.com

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »