shadow

Morre, aos 105 anos, Madame Carven.

FRANCE-FASHION-LIFESTYLE-CARVEN Marie-Louise Carven-Grog – nascida Carmen de Tommaso – morreu ontem (segunda, 8/6/15) em Paris, aos 105 anos de idade. Ela foi uma grande costureira francesa, que viajou o mundo inteiro com suas coleções. Seu principal diferencial foi ter criado uma casa de costura para vestir mulheres baixinhas, assim como ela.

Em uma entrevista que concedeu, em 1950, ela disse: “Eu decidi fazer roupas de alta costura no meu tamanho, porque eu sempre fui muito baixa para vestir as criações dos melhores estilistas, que só mostravam seus projetos em meninas mais altas e imponentes”.

Madame Carven vestiu estrelas como a cantora Edith Piaf e fez parte do movimento de estilistas que queriam democratizar a moda através do prêt-à-porter.

Em 1946, a Carven lançou a sua primeira fragrância, Ma Griffe, um chipre-floral que fez muito sucesso e atravessou décadas como favorito de muitas mulheres. No ano seguinte, a empresa lançou a sua segunda fragrância, Robe D’un Soir, outro sucesso da casa. Para saber mais detalhes sobre a marca, visite a nossa página de resenhas Carven e leia a história da marca.

HEADER_700_h-Carven-drapant-un-tissu-africain-19491

O LEGADO DE MADAME CARVEN:
1 – Criou roupas para mulheres de baixa estatura: com seu 1,50 metro de altura, não se encaixava nas criações de outros designers;

2 – Se preocupava com o conforto: embora caldas com metros de tecidos ficassem lindas nas fotos, no uso diário elas não eram nada práticas. Madame Carven buscava aliar a sofisticação com bem-estar em se vestir;

3 – Criou roupa íntima: criou um sutiã – conhecido como push-up – para ser usado, inicialmente, por baixo dos espartilhos;

4 – Inspirou filmes: Janela Indiscreta e Vertigo são algumas das obras, que tiveram seus figurinos inspirados por Madame Carven;

5 – Globalizou estilos: graças às suas viagens, trouxe ideias exóticas para a alta costura. Foi ela quem popularizou as roupas europeias com motivos/apliques étnicos, tecidos africanos e técnicas como batik;

6 – Criou Opium: com inspiração nas suas viagens, uma de suas coleções se chamou Opium, 10 anos antes de YSL batizar a sua famosa fragrância. Será que foi a inspiração ou um caso de plágio na história mundial? Brincadeiras à parte, também devemos agradecê-la pela ideia;

7 – Ensinou técnicas de marketing: em 1954, para celebrar o 10º aniversário da libertação de Paris, lançou amostras de sua fragrância Ma Griffe, em frascos amarrados a pequenos paraquedas, com tecido de listras brancas e verdes, assinatura da grife;

Perfumart - post morte Madame Carven
Madame Carven, em março de 1993.

O mercado fashion e tudo o que ele representa deve muito à esta senhora. Descanse em paz!

 

*Fonte: Wikipedia / Imagens: reprodução


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »