shadow

Paris Riviera: de Dubai para o Brasil.

Perfumart - post Paris Riviera testadaVocê já deve ter visto alguns de seus perfumes em canais do youtube ou até lido alguma opinião sobre as fragrâncias da marca. Eu mesmo apresentei alguns itens recebidos, em uma transmissão ao vivo realizada na fanpage, no Facebook. Mas você conhece a história e a abordagem da Paris Riviera no Brasil? Eu vou contar tudo para vocês neste post!

A Paris Riviera foi criada pela Asten International, em Dubai (Emirados Árabes), no final de 2016. Esse processo envolveu pesquisas nos mercados Europeu, Asiático e Americano, comandada pelo seu bureau de criação, localizado na Alemanha.

O conceito da marca é oferecer ao consumidor a melhor qualidade com preços baixos, sem abrir mão de uma apresentação atraente, bem como do ótimo acabamento em frascos, embalagens e, sobretudo, no refinamento das fragrâncias, fabricadas com óleos essenciais de qualidade.

Seus perfumistas são do Grupo Oudh Al Anfar, que possui mais de 60 anos de experiência no mercado, inclusive, na produção de óleos essenciais para o mercado Oriental. Além disso, muitos de seus perfumes são produzidos com óleos essenciais finos, elaborados na França, por Casas de Fragrâncias de renome, como Robertet, IFF e Firmenich.

(clique sobre as imagens para ampliar)

 

Público-alvo e mercado brasileiro.

Só no ano de 2016, o mercado brasileiro de perfumes movimentou quase US$ 6 bilhões, sendo 83% deste total gerados por marcas mais populares, segundo a Euromonitor.

O hábito dos brasileiros de usarem perfumes com frequência, às vezes até mais de uma vez ao dia, vem colocando o país nas primeiras posições do ranking mundial há um tempo. Estudos mostram que o brasileiro possui, em média, de 3 a 5 frascos de perfumes disponíveis para uso.

No Brasil, a busca pelo preço acessível e valores agregados como beleza dos frascos e qualidade das fragrâncias são fatores determinantes no momento da compra. É a boa e velha relação custo-benefício, que está ficando mais presente na rotina do consumidor que, por sua vez, busca obter sucesso no movimento crescente da compra consciente (movimento mundial que vem ganhando força através da troca de itens caros e de marcas mais famosas por outros de qualidade similar e preço mais baixo, principalmente, relacionados a bens duráveis).

A Paris Riviera foi lançada em mais de 30 países, simultaneamente, em junho de 2017 (quando foi iniciado o processo de importação no Brasil). É uma marca jovem, porém idealizada por profissionais experientes no ramo.

Para o mercado global, os objetivos envolvem estar em mais de 100 países a partir de 2018 (atualmente, já está em 50) com um portfólio aproximado de 150 produtos, englobando segmentos de massa e também de prestígio. Para o Brasil, a intenção da Bespoke Fragrances Brasil (importadora e distribuidora da marca) é figurar entre as três mais vendidas no mercado brasileiro, atuando em todos os Estados e com presença significativa no mercado virtual.

Desde que começou a ser distribuída em território nacional, a marca já conta com 43 fragrâncias (entre femininas e masculinas) escolhidas de acordo com o clima e pele dos brasileiros, em frascos de 30ml e 100ml com preços sugeridos de R$22,90 e R$ 54,90, respectivamente. 

Perfumart - post Paris Riviera feminino

 

Posicionamento: similares x contatipos

Por algum motivo, no Brasil surgiu uma tendência de nomear todo tipo de perfume que não é de marca mais famosa, dentro do mercado de massa, de contratipo. Há cerca de 15 anos atrás, tais produtos eram chamados, inclusive por vendedores(as) de lojas, como perfumes de segunda linha.

Mas a Bespoke Fragrances faz questão de defender seu posicionamento no mercado, explicando que há uma diferença nesse aspecto e que as fragrâncias Paris Riviera são inspiradas em outras mais famosas, mas não são contratipos. Isso porque a fabricante faz uso de matérias-primas oriundas das grandes multinacionais, de forma a resultarem em um produto “similar” aos mais conhecidos, porém, com preço acessível. 

Na verdade, essa é uma tendência que já existe e está consolidada no mercado global – embora muito criticada – na qual grandes fabricantes/licenciadores lançam produtos inspirados em best sellers (como no caso dos perfumes de celebridades, por exemplo).

De acordo com a empresa: “o perfume similar é feito do mesmo modo que o perfume no qual se inspira: com a seleção e mistura dos óleos essenciais, realizando-se vários ensaios e passando pelo processo de macerarão por alguns dias. Por outro lado, a composição sintética da maioria dos contratipos dispensa esse processo”.

Perfumart - post Paris Riviera masculino

 

Conclusão

Particularmente, acredito que o mercado brasileiro está pronto para receber todos os tipos de segmentos: do perfume similar ao mais famoso, das grifes de mercado de massa às de nicho, inclusive, passando pelas marcas de prestígio e chegando nas de produção independente.

A chegada da Paris Riviera em solo nacional reforça que é possível entregar produtos ao consumidor final com preço coerente, mesmo após atravessar todas as etapas (e burocracias) de um processo de importação. Até então, o nosso consumidor só podia contar com poucas grifes que ofereciam esse tipo de relação custo-benefício no mercado, tais como: Paris Elysees, Jeanne Arthes e Ulric de Varens, por exemplo.

Que bom que isso mudou e a Paris Riviera chegou para ampliar a democratização da beleza ao alcance de todos, sem segmentar ou reprimir. Afinal de contas, ninguém quer abrir mão do seu perfume, mesmo em tempos difíceis e com altos níveis de desemprego e crise financeira. Não se trata de item supérfluo; se trata de manter a autoestima elevada! 

No futuro, a Paris Riviera também irá ganhar uma página dedicada aqui no portal, na qual serão publicadas as minhas análises sobre as fragrâncias recebidas. 

 

*Fontes: Paris Riviera – De Fato Com. / Fotos: Perfumart / Textos editados por Perfumart.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

2 comments on “Paris Riviera: de Dubai para o Brasil.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »