shadow

Perfume da balada!?!

Perfume da balada !?!

Post - perfume da Balada 1Acho que a palavra “balada” foi a que mais li nos fóruns das redes sociais, das quais eu faço parte, no ano passado (2014). Não sei se isso é comum entre as mulheres, mas a rapaziada entra num verdadeiro frenesi quando o assunto é “perfume da balada”. Então, resolvi escrever um post sobre este tema tão polêmico e que parece ser de suma importância para muitos homens, principalmente, os mais jovens.

Há cerca de 5 anos atrás, esta mesma preocupação era tratada de outra forma, com outro nome: o perfume “tira-calcinha”. E, verdade seja dita, os homens não possuem (ou não possuíam) tantas armas de sedução quanto as mulheres. As mulheres podem ousar com roupas, sabem como seduzir com o cabelo, podem usar maquiagens, podem abusar de modelos de sapatos, além do perfume, é claro. Mas os homens, até alguns anos atrás, não podiam contar com muita coisa: era sempre a famosa calça jeans, um sapato descolado e uma camisa polo. Fora isso, tinha que contar com a sorte de ter nascido bonito, alto e com um corpo bacana. Os que não tinham esses atributos, tinham que ser muito bons de papo.

Além disso, o homem heterossexual que começava a se preocupar mais com o corpo e com a aparência, que pensava em cuidar da pele ou ganhar mais músculos, tinha a sua sexualidade questionada, inclusive, por amigos mais próximos. Mas o mercado evoluiu e a sexualidade do outro, deixou de ser mais importante do que a competitividade. E como em todo o reino animal, machos competem pela atenção das fêmeas. E não seria diferente entre os humanos.

Post - perfume da Balada 3

Então, o feitiço virou contra o feiticeiro e aqueles que criticavam, se viram obrigados a correr atrás do prejuízo, ou seja, tiveram de se render às horas de academia, suplementos, tratamentos de pele, cortes de cabelo mais modernos, uso de um modelador ou gel, dicas de moda dos blogs (moda essa que sempre foi ditada pelos gays, no mundo inteiro) e, é claro, o uso de um bom perfume, demonstrando maior cuidado pessoal e, sobretudo, como arma de sedução.

Mas o problema da questão não para por aí. Eu já recebi inúmeros e-mails e mensagens de leitores do Perfumart, me pedindo dicas de perfumes para a balada. Muitos acabam de ler uma resenha nova e me enviam perguntas e mais perguntas sobre o uso ideal, se tal fragrância combina com o calor, com frio, se serve para a idade que ele tem, etc.

Primeiramente, como diz o ditado: “se conselho fosse bom, não se dava; vendia”. Como usuário, colecionador, viciado em fragrâncias e consultor, eu procuro nunca dar indicações sem conhecer a pessoa, seu estilo e seu gosto. É claro que eu procuro ajudar da melhor maneira, mas é sempre complicado indicar um perfume. Já vi inúmeras reclamações de pessoas que compraram um determinado perfume por indicação de terceiros e depois se arrependeram. E nesta equação, fica chato para quem indicou e para quem gastou dinheiro em vão. Por isso mesmo, acho que nada substitui 2 coisas básicas: uma boa consultoria e autoconhecimento.

Ninguém melhor do que você próprio(a) para saber o seu estilo, o perfume que melhor combina com você, que tipo você mais gosta e qual é a família olfativa que você não suporta (ou gosta menos). Mas também, é importante entender o que você realmente quer da vida, né? Um exemplo clássico é, justamente, o tal perfume de balada.

Mas você sabe o que é balada? 

Teoricamente, balada é qualquer evento dançante, que pode ter estilos diferentes (do house ao sertanejo, hetero, gay, simpatizante, religiosa, etc.), com batidas que fazem a animação do público e, o melhor de tudo, sem hora para terminar. Não existe um ritmo predominante, somente variedade para agradar a todos os gostos, bolsos e perfis. Nos anos 80 e 90, o que hoje é chamado de “ir pra balada“, era chamado de “ir pra discoteca”, mudando para “sair pra dançar”, posteriormente.

Uma boa balada possui DJ, decoração temática, é eclética (atrai todos os públicos), com espaços simples a luxuosos. Além de oferecer convívio social,  ainda proporciona um clima descontraído para paquerar, namorar e conhecer novas pessoas.

Post - perfume da Balada 2

Atualmente, eventos de alcance mundial popularizaram o sentido do termo balada, com espaços abertos e público que ultrapassa mais de 1 milhão de pessoas em um mesmo lugar, ainda que durante o dia. Rock in Rio Tomorrowland, entre outros, são grandes exemplos disso. Seriam as baladas a céu aberto.

Mas o problema maior é que, para muitos, fazer coisas mais simples e descoladas, como ir para um local concentrado de bares, ou até mesmo ir a um churrasco que atravessa o dia e vai noite adentro, também passou a ser considerado como balada. Então, torna-se cada vez mais complicado de entender e dar dicas para este tipo de homem, que não possui autoconhecimento e não entende a diferença entre balada, encontro casual (leia-se: ver amigos, bater papo, tomar uma cerveja, um drink, etc.) e evento formal (casamentos, formaturas, entrevistas de emprego, etc.).

Mas a diferença é enorme! Por exemplo: um perfume como Dior Homme Intense cai melhor em um evento formal, do que em uma balada. Para este caso, perfumes como Black XS (e suas versões) ou Diesel Only the Brave Tattoo, se adequam muito bem. Você pode até perguntar: existe uma regra? E eu respondo: não, não há uma regra. Tudo envolve uma série de fatores que não compete a mim discutir aqui. Às vezes, é preciso errar para aprender. Como eu citei antes, tudo faz parte do autoconhecimento.

Quando se pensa em um perfume como arma de sedução, é preciso saber se a arma escolhida foi a certa, pois o tiro pode sair pela culatra, literalmente. O mesmo perfume pode causar um efeito ótimo em um local lotado, refrigerado, onde a intenção é ser notado; bem como pode ser um desastre em um local menor, quente e cheio de outros cheiros no ar. Isso também muda quando o local é aberto e se o evento será durante o dia ou à noite.

Portanto, a dica mais importante de todas é: entenda as diferenças básicas e aprenda a se conhecer melhor. Se pergunte: o que eu desejo alcançar? Que público vai estar lá? Que tipo de evento será?

E, por fim, se você ainda é o tipo de macho que briga para marcar o seu território, que precisa ter a barriga mais firme do que a do seu amigo (só porque ele pega mais mulheres do que você), que acha que a marca da sua roupa fala mais alto na hora da conquista ou que será o seu perfume que vai te ajudar a “tirar a calcinha” daquela gatinha, no final da noite, então você ainda tem muito o que aprender.

Existem 2 verdades nesta vida: a primeira, que diz que nenhuma ciência consegue explicar a cabeça de uma mulher (risos) e a segunda, que diz que um homem com dentes e mãos bem cuidadas, uma roupa limpa e um bom papo, são muito mais eficientes na hora da conquista, do que um topete à prova de tsunamis, um perfume de nicho, um braço maior do que a própria coxa ou uma frase do tipo “pra mim te dá uns beijo”.

Divirtam-se, usem perfume SEM moderação, mas de forma CONSCIENTE. E continuem seguindo o Perfumart!

 

*Texto: Perfumart / Imagens: reprodução Pexels (free)


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

2 comments on “Perfume da balada!?!

  1. Rafael Oxn

    “balada” me recuso a incluir essa palavra no meu vocabulário …

    realmente qnd se le em algum lugar um alguém perguntando sobre “perfume de balada” chega me engulhos

    mas é um termo que condiz perfeitamente com uma pessoa que diz “pra mim te dá uns beijo” ¬¬

  2. Sidney

    Muito legal este rexto, fez- me refletir sobre o uso de meus perfumes e ocasiões que definem qual devo usar,mas sem moderação rsrs
    Valeu!!!

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »