shadow

ANGEL MUSE EAU DE PARFUM, DE THIERRY MUGLER

Perfumart - resenha do perfume Mugler - Angel Muse

Angel Muse foi anunciado, mundialmente, em março de 2016 (inclusive, na lista mensal que eu publicava no blog) e chegou ao mercado como um novo pilar dentro da divisão de fragrâncias femininas da grife Thierry Mugler. Muita gente diz se tratar de um flanker da fragrância Angel, mas eu não concordo. Angel Muse pega carona no nome do perfume mais famoso da grife, mas representa um outro segmento, um novo capítulo dentro do famoso universo de estrelas perfumadas.

Como inspiração, a estrela ganhou vida no seixo cósmico e o frasco veio em forma de estrela cadente, como se estivesse penetrando na atmosfera terrestre. O resultado é lindo, digno de um conto de ficção científica. O spray é suave e borrifa uma nuvem gentil sobre a pele.

Há quem diga que a fragrância tem pimenta rosa, mas a própria grife divulga a composição da fragrância que traz notas de saída de bagas vermelhas e toranja, sobre um coração gourmand de creme de avelãs e uma base inusitada, que carrega o patchouli – assinatura da família Angel – com uma nota mais masculina e amadeirada: o vetiver.

Na pele, Angel Muse apresenta um aspecto diferente das demais fragrâncias femininas da casa, porque não é tão doce, tampouco feminina em excesso. Particularmente, acho que o vetiver trouxe um toque de equilíbrio e acabou conferindo uma faceta mais compartilhável à fragrância.

Inicialmente, a nota de toranja dá uma certa acidez que não chega a ser frutada, como é de se esperar. O creme de avelãs e o patchouli fazem o DNA ser mantido, o que resulta naquele cheiro de algodão doce/açúcar queimado das versões anteriores da linha Angel. Entretanto, eu continuo sentindo uma evolução menos doce, que me faz pensar mais nas fragrâncias masculinas da grife do que nas femininas, por incrível que pareça. E neste ponto eu penso: “poderia ter sido lançado como A*Men Pure Hazelnut e ninguém iria criticar”.

Na minha opinião, Angel Muse não é uma bomba de projeção, mas continua com aquela durabilidade irrepreensível de todo bom perfume Mugler. E fica muito gostoso naqueles dias chuvosos e mais frios, quando você quer se sentir envolto(a) em uma névoa confortável e sexy.

Inicialmente, chegou ao mercado em tamanhos de 30ml e 50ml, mas seu sucesso forçou a empresa a fabricá-lo em tamanho maior, de 100ml. No final de 2017, foi lançada uma nova versão em concentração Eau de Toilette e com uma composição um pouco diferente. Mas essa, eu ainda não conheci.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

6 comments on “ANGEL MUSE EAU DE PARFUM, DE THIERRY MUGLER

  1. Mari Rodrigues

    Excelente resenha, já quero conhecer! Abraço Cassiano!

  2. Cássia Carmo

    Eu amo a linha feminina do Mugler, mas confesso que esse é o único que consigo usar

  3. Depois que o experimentei, não consegui ficar mais muito tempo sem ele… é muito aconchegante, “quentinho”, uma doçura na medida certa, e não achei escandaloso , tanto assim que já usei até no trabalho (sou médica, ORL), num dia mais chuvoso. Acho-o perfeito!❤

  4. Alessandra

    Mto bom, nunca sentí esse cheiro mas estou bem curiosa!

  5. Jonas Belo

    Se o belo frasco já é um convite à compra, depois do empurrão dessa ótima resenha não há dúvida: precisamos de Angel Muse! Parabéns pela resenha.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »