shadow

CLUB 6 VIP, DE EUDORA

Perfumart - resenha do perfume Eudora - Club 6 VIP

O perfume Club 6 VIP foi lançado em 2014 e foi a primeira variação (flanker) da linha Club 6, cuja fragrância original foi lançada em 2011. Desta vez, o conceito por trás da criação seria um convite a um universo exclusivo e fascinante, abrindo as portas de um mundo de experiências únicas para um homem intenso e sedutor, que aproveita em grande estilo o que a vida tem a lhe oferecer. Em poucas palavras, um mundo exclusivo para um homem VIP (da expressão inglesa Very Important Person).

A fragrância de Club 6 VIP é definida pela empresa como amadeirada-gourmand e as notas divulgadas, oficialmente, são madeiras nobres, pimentas sensuais e couro. Indo um pouco além, descobri o seguinte: bergamota, cardamomo, cipreste, noz-moscada e pimenta rosa encabeçam a pirâmide olfativa. Então, notas de cedro, sândalo e violetas compõem o corpo, que descansa sobre uma base de couro, vetiver e acorde adocicado.

Mas não podemos deixar de lado aqueles compostos químicos, que ninguém costuma dar atenção, mas fazem parte do contexto, como Limonene, Linalool (que confere aroma floral-doce), Eugenol (óleo de cravo), etc. Aqui, vale o destaque para dois compostos: Karanal (forte nuance de âmbar) e Coumarin (da cumarina), que são os responsáveis pelo tal acorde adocicado, citado acima.

Na minha pele, a fragrância de Club 6 VIP se comporta mais como oriental-acourada do que amadeirada-gourmand. Aliás, ao tocar a pele, a impressão é de que estou vestindo uma jaqueta de camurça. O mix de madeiras e especiarias quentes, combinadas ao couro, me traz essa sensação. Esse aroma – que dança entre o cremoso e o rascante – deveria permanecer por toda a evolução, mas se perde com o passar do tempo e a fragrância começa a se tornar mais adocicada e menos coriácea, infelizmente. Então, um cheiro típico de fava tonka domina e permanece, enquanto o perfume perde potência (e graça).

Particularmente, acho que a saída causa mais impacto e destoa daquilo que estamos acostumados a ver por aí. Dentro do conceito do homem VIP, seria a parte mais exclusiva da fragrância. É onde encontro semelhanças com a nuance de camurça que sinto em Gucci Rush ou Obsession Night, por exemplo. Pena que ela some muito rápido e o que fica na pele me soa como comum e nada único.

É um bom perfume, possui boa duração, mas evolui rápido demais e acaba com a melhor parte da brincadeira. VIP? Acho que não.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

One comment on “CLUB 6 VIP, DE EUDORA

  1. Felipe

    Bela análise cassiano.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »