shadow

COLOGNE RARE, DE LA MANUFACTURE

Perfumart - resenha do perfume La Manufacture - Cologne RareCologne Rare foi lançada em 2014 e visa transmitir um sopro de bergamota e manjericão. O conceito fala sobre a busca por uma sombra, que é produzida pela abóboda de um calabouço sob o sol escaldante. Mais uma vez, arquitetura histórica, castelos medievais e fragrâncias se encontram.

Sua composição traz notas de bergamota da Calábria e manjericão do Egito, no topo; ruibarbo, no coração; patchouli, vetiver do Haiti e madeiras, na base. Ainda conta com aqueles compostos químicos comuns, como Geraniol e Citral, que reforçam aspectos florais e cítricos nos perfumes, Eugenol (óleo de cravo) e Coumarin.

A perfumista, Carla Chabert, afirma que escolheu este tipo de bergamota, por causa de suas nuances apimentadas e de lavanda, assim como o vetiver do Haiti, com suas facetas esfumaçadas e acouradas.

Na pele, a fragrância de Cologne Rare é mais luminosa do que a de Cologne Noble. O aroma da bergamota chega a parecer ácido, de tão natural. Possui o mesmo cheiro de quando torcemos ou arrancamos as cascas, separando-as da polpa. O manjericão é conhecido por reforçar as caraterísticas cítricas de fragrâncias mais frescas e pode resultar em nuances verdes, picantes e até anisadas. E foi esse aspecto de anis, que a perfumista explorou. Mas o grande segredo de Cologne Rare, na minha opinião, é o ruibarbo, com seu aroma verde, azedo, quase metálico. Aliás, perfumes com esta nota costumam me agradar bastante.

Por fim, a base é levemente amadeirada, mas nada que comprometa o comportamento aromático da fragrância. A propósito, se a nuance de vetiver fosse mais esfumaçada-acourada, como citado pela criadora, provavelmente o resultado seria melhor. O patchouli também merecia mais destaque, na minha opinião.

Cologne Rare é unissex, possui uma saída bem forte, com ótima projeção e aspecto natural. Assim como aconteceu com Cologne Noble, durou cerca de seis horas na minha pele, o que é bastante positivo para uma fragrância feita com ingredientes mais nobres e naturais.

Para encerrar esta anáise, vou citar uma frase utilizada pela empresa, da qual eu gostei muito: “a bergamota colide com o manjericão; a casca se encontra com a folha”.

*imagem: reprodução / www.lamanufactureparfums.com


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »