shadow

DATURA NOIR, DE SERGE LUTENS

Perfumart - resenha do perfume Datura Noir

Datura Noir foi lançado em 2001 e seu nome significa, em Português, “Datura Negra”. Mas o que é Datura?

A Datura é uma flor venenosa, também conhecida como Trombeta-do-diabo, Estramônio, Figueira-do-diabo, entre outros nomes. Não deve ser confundida com outra flor da mesma família, que é chamada de Trombeta-dos-anjos e que pertence à espécie Brugmansia. Todas as espécies de Datura (Stramonium, Brugmansia e Ceratocaulis) são venenosas, especialmente, suas sementes e suas flores, de acordo com o site Wikipedia.

Serge Lutens se inspirou no perfume da Brugmansia e define sua ideia da seguinte maneira: “Como um rastro diabólico de fumaça deixado por Satanás no Paraíso. Alguns dizem que esta fragrância vai encantar você; outros dizem que ela vai deixar você louco. Outros ainda afirmam que a exposição excessiva irá matá-lo”.

Diante desse conceito, não tem como permanecer estático, sufocando a curiosidade latente sobre a fragrância. E a composição promete! Possui notas de mandarina e flor de limoeiro, seguidas por notas de osmanthus, heliotrópio, tuberosa, baunilha, óleo de coco e damascos, sobre uma base de mirra, amêndoas amargas, almíscar e fava tonka.

Na pele, a saída é floral e narcótica. Dizem que o perfume da Datura é semelhante ao da Dama-da-Noite, aqui substituída pela tuberosa. Rapidamente, o perfume começa a evoluir e se transforma em um misto de baunilha e coco, com nuances de damascos. Cabe lembrar que a flor de osmanthus confere essa nuance e, ainda por cima, também temos as frutas na composição. Por algum motivo, durante essa fase, eu me lembrei do perfume Ange ou Démon (Givenchy).

Na última etapa da evolução, sobressai o amargo das amêndoas e mais nada. Não sinto a mirra, tampouco o almíscar. Há quem diga que, depois de evoluído por completo, faz lembrar o perfume de Hypnotic Poison (Dior). Até onde eu me recordo, este último projeta muito mais e tem uma baunilha deliciosa e quente.

De forma geral, o resultado foi decepcionante na minha pele. Criei muita expectativa sobre o conceito, mas a fragrância não cumpre o seu papel. Além disso, perde projeção em cerca de 30 minutos, se transformando em um semigourmand com algumas nuances de flores e damascos. Possui grande duração, mas fica rente à pele.

Datura Noir merecia ser um daqueles perfumes que quase não evoluem e exalam por horas a fio. Se a saída permanecesse por mais tempo, seria muito melhor. Infelizmente, a fragrância se perde entre o coco e a baunilha e o que sobra é um perfume de biscoitos assando em uma ilha tropical.

Enquanto isso, permaneço curioso para saber como seria o rastro diabólico de fumaça deixado por Satanás no paraíso.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »