shadow

EAU DES DÉLICES, DE LE JARDIN RETROUVÉ

Perfumart - resenha do perfume Eau des Délices

Eau des Délices foi criada sobre o mesmo conceito das tradicionais Águas de Colônia (Eau de Cologne), em uma época de “águas milagrosas” que perfumavam e curavam os males do corpo e da alma.

Possui óleos essenciais de limão e bergamota da Itália, além de notas de mandarina, petitgrain do Paraguai, lavanda francesa, musgo de carvalho, cipreste e patchouli. É uma releitura de um clássico da empresa, chamado Eau du Jardin, que tinha notas de néroli, sândalo e almíscar e foi criado por Yuri Gutsatz.

A principal diferença de Eau des Délices para as demais fragrâncias atuais da casa é a sua concentração Eau Fraîche, já que as demais possuem concentração Eau de Parfum.

Em termos de aroma, Eau des Délices não difere muito das tradicionais colônias cítricas de uma era, como a 4711 Original Eau de Cologne e todas as outras que vieram após o seu surgimento. Ao tocar a pele, a bergamota, suculenta, refresca como se fosse absorvida pelos poros. A primeira hora possui maior projeção, mas a fragrância perde força rapidamente, até porque as notas são mais voláteis. Embora não apresente muita evolução, é possível sentir as nuances do musgo de carvalho durante o processo.

Eau des Délices é refrescante e revigorante. É um passeio pela Costa Italiana retratado pelo olhar de um tradicional perfumista da França. E, obviamente, este tipo de fragrância combina muito bem com climas quentes como o do Brasil.

*imagem: reprodução / lejardinretrouve.com


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »