shadow

EAU SAUVAGE, DE DIOR

Perfumart - resenha do perfume Dior - Eau SauvagePerfume clássico (old school) de excelente qualidade e refinamento. Está na mesma categoria de YSL Pour Homme ou Boucheron pour Homme, com muita riqueza de cítricos e uma base amadeirada de vetiver e sândalo.

Foi criado em 1966 e gerou algumas variações (flankers) que tentaram se ajustar aos mercados do momento. Ainda assim, a versão original ainda resiste ao tempo e continua conquistando novos usuários e mantendo a fidelidade dos antigos. Seu criador, Edmond Roudnitska, ousou na fórmula ao utilizar flores que, até então, não haviam sido empregadas em perfumes masculinos, além de acrescentar hedione, substância sintética de acentuado frescor.

A história de seu nome também é bastante original: Christian Dior era muito amigo de Percy Savage, figura famosa da cena fashion há muitos anos atrás. Em uma noite, convidado para um brainstorming  na casa de Dior, Percy chegou atrasado e quando foi anunciado pelo mordomo, alguém disse: “Oh Savage, sempre atrasado!”. Então, Dior bateu palmas e disse: “É isso! Eau Sauvage”.

É um perfume que carrega consigo a sensação de elegância e distinção. Uma belíssima criação de Dior.


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

2 comments on “EAU SAUVAGE, DE DIOR

  1. ROBERTO

    Olá Cassiano!!! Dizem que a fixação/ projeção desse Dior não é satisfatória, o que vc diz? Sei que estes fatores variam de acordo com a pele, porém, vi em uns sites reclamações sobre tal questão. Abço. Roberto.

    • Oi Roberto. Esse da foto é muito antigo. Aliás, o termo vintage cai bem aqui.
      Mas antes de conseguir esse frasco, eu tive um outro frasco (há uns 10 anos atrás) e não tenho nada a reclamar da fixação do perfume. Pelo que se comenta, houve uma reformulação em 2003, que deixou a fragrância bem “comedida”.
      Sugiro tentar conhecer a versão Parfum 2011 (não conheço a deste ano) ou buscar outras de mesmo estilo, como Monsieur de Balmain, YSL Pour Homme, entre outros.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »