shadow

FERRARI VETIVER ESSENCE FOR MEN, DE FERRARI

Perfumart - resenha do perfume Ferrari - Vetiver EssenceEm 2014, a Ferrari lançou mais duas fragrâncias para ampliar a sua Essence Collection, que já contava com Essence Oud e Silver Essence (de 2012), além de Essence Musk e Leather Essence (de 2013). Desta vez, os ingredientes escolhidos para dar vida aos perfumes foram o cedro e o vetiver. Nasciam, então, Cedar Essence (abril de 2014) e Vetiver Essence (outubro de 2014).

Vetiver Essence chega no frasco padrão, que foi criado para essa coleção, trazendo pinturas especiais e acabamento impecável, como tampa metálica e couro. Novamente, a empresa utilizou uma de suas cores patenteadas para a linha Ferrari GT: a Grigio Silverstone 458.

A composição oficial contém notas de bergamota da Calábria, pimenta vermelha, pimenta Sichuan e cardamomo, na saída; Café, íris e vetiver do Haiti, no corpo da fragrância; Patchouli, avelã e fava tonka, na base.

Na pele, Vetiver Essence exala virilidade. Ainda que ingrediente-chave desta criação, o vetiver aqui não é a estrela absoluta. De forma humilde, divide espaço com as pimentas e a íris. Quando borrifado, é mais picante do que verde. O cardamomo e as pimentas, na saída, nos fazem lembrar de clássicos masculinos de outrora. O café, presente no corpo da fragrância, é leve e quase imperceptível. Nessa etapa da evolução, o vetiver domina e conta a história. Não é aberto e vivo demais, tampouco fechado e seco ao extremo. É mediano e balanceado, bem dentro do padrão. Da base, esperava muito mais das avelãs, mas há uma certa cremosidade, cuja responsabilidade pertence à fava tonka.

Por algumas vezes, me fez lembrar de nuances do Guerlain Homme quando, na verdade, esperava por maior parentesco com Encre Noire, através de uma interpretação mais refinada e italiana. Projeta bem no início, mas se torna fraca em pouco tempo. A fixação é boa, mas não sobreviveu por mais de oito horas na minha pele. Para uma Eau de Parfum, se comporta como uma Eau de Toilette, o que não é positivo.

De forma geral, eu diria que é o mais próximo do famoso “amadeirado” que os homens tanto gostam (ainda que cheio de nuances picantes). Porém, a pirâmide olfativa promete muito mais do que a fragrância entrega como resultado. Na minha imaginação, um vetiver de alta qualidade misturado com notas de íris, avelãs e café me soava como um verdadeiro campeão de inovação e prazer. Essa foi a minha maior decepção.

Mas não me interpretem de forma errada! Vetiver Essence é uma ótima escolha para quem gosta de perfumes com nuances picantes e amadeiradas. Quando o senti, pela primeira vez, foi a minha opção de compra, quando comparado às versões de cedro e almíscar (Cedar Essence e Essence Musk, respectivamente). Aliás, junto com Cedar Essence, me parecem os mais bem-sucedidos em termos de aceitação do público, além de versatilidade no uso. E digo mais: dentro da Essence Collection, Vetiver Essence é o que mais transmite masculinidade, como simbologia da virilidade sem esforço, aquela que é natural e exala do homem cheio de vigor e força. Vale a pena testar e tirar suas próprias conclusões.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »