shadow

JOOP! HOMME EXTREME, DE JOOP!

Perfumart - resenha do perfume Joop! Homme ExtremeSabe aquele filho que é a cara do pai, mas todo mundo insiste em dizer que se parece mais com a mãe? Então, é exatamente o caso deste perfume. Joop! Homme Extreme (de 2014) se parece mais com Joop! Homme Wild (de 2012), do que com o original Joop! Homme (de 1989).

Foi criado sob o conceito de sensação física extrema, que faz o homem partir da sedução, diretamente para a ação. Sua composição também segue os moldes atuais, mais simplistas, cujo resultado é obtido através de um mix reduzido de acordes. Na saída, acorde de cacau escuro. No coração, acorde de pele quente – que foi divulgado como ingrediente secreto -, contendo especiarias exóticas e picantes, além de nuances de couro. Por fim, na base, acorde sexy de patchouli (contendo nuances de madeiras sensuais e intensas).

O resultado é ainda mais simples do que a sua composição, ou seja, decepcionante. Para uma fragrância que contém cacau, couro e patchouli, deixa muito a desejar. Quando toca a pele, promete. Mas deixa de projetar em poucos minutos e não convence. Jamais deveria carregar o peso do nome Joop! Homme, pois não possui a mesma força, tampouco, a qualidade.

Não possui grande evolução e durou, na minha pele, por cerca de 7 horas. É vendida como Eau de Toilette Intense, mas não cumpre o seu papel. Obviamente, por se tratar de um produto da casa Joop! e ainda trazer este tipo de informação, eu criei uma expectativa de que seria uma bomba – tão forte quanto a original – capaz de trazer uma nova esperança para os fãs deste tipo de fragrância. Me enganei!

O frasco manteve a identidade visual da linha, ganhando tons mais escuros e um X em forma de neon. Pelo que parece, infelizmente, esqueceram de acendê-lo!


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

6 comments on “JOOP! HOMME EXTREME, DE JOOP!

  1. Edson

    Realmente não lembra nem de longe o joop homme comprei um para conhecer ainda bem que comprei na promoção o cheiro e agradavél mas a fixação fraca.

  2. Obrigado Cassiano… mas irei pelo teu conselho mesmo… Afinal criar algo parecido ao meu ver nao è nada a mais que querer usar a imagem de algo que ja conhecemos para simplismente vender… Joop è Joop… entao se nao ta na embalagem original provavelmente nao sera a mesma coisa… valeu mesmo… Estava comprando quando decidi procurar alguem que tenha usado e tenha deixado algum comentario. O teu comentario me convenceu a ficar com o JOOP HOMME

  3. Zacarias

    Cara, gosto muito desse tipo de fragrância, e JOOP é JOOP, só quem usa ou usou sabe, ia arriscar e comprar ele, mas depois desse comentário vou dar um tempo.
    Afinal de contas prefiro o Clássico,
    E perfumes do estilo Fougeré Oriental me fascina muito, dá um ar de sensualidade e mistério como nenhum outro.
    Alguém tem uma dica de outro perfume marcante com esse tipo de nota para indicar.

  4. Bom, com relação aos comentários de que parece com o pai com a cara da mãe, rs, eu concordo. Agora, com relação a fixação e projeção, em minha pele, ficou aproximadamente 12 e 3 horas, respectivamente. Achei muito bom, porém muito forte. É bem sexy mas não investiria não.

    • Que bom Gustavo!
      Perfume é mesmo coisa de pele, não tem jeito. Eu soube que estavam rolando muitas críticas, mas não dei importância, porque sei que algumas marcas sofrem preconceitos idiotas.
      Sou fã da casa, mas este me decepcionou bastante. Esperava algo no mesmo patamar do original, que basta um spray de cada lado para se fazer ser notado.
      Na minha opinião, poderia ser mais sexy e poderia ser muito mais forte. 🙁

  5. Rafael

    Nooossa!
    e olha que quase fui no impulso e comprei um sem nem mesmo testar hahaha

    Cacau, couro, pele humana (oi?), patchouli, o nome Joop! Homme e o frasco … imaginei que fosse pura magia e sedução kkk, mas depois disso ¬¬

    Eu francamente nao esperava uma “BOMBA” como o original de 89 (pros dias atuais não “condissem” talvez) mas como gostei do Wild tinha boas expectativas sobre esse “extreme” (mais pelas notas que pelo “neon” hahaha)

    bom o jeito é esperar uma booooa promoção e “pagar pra ver”

    Obrigado pela resenha Cassiano

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »