MAISON INCENS

Perfumart - Maison Incens logo

A Maison Incens foi fundada por Philippe Constantin, em 2013, tendo como pano de fundo os incensos, com seus mistérios e aspectos religiosos. A fumaça e os perfumes estão ligados e muitas pessoas ao redor do mundo, especialmente na Ásia e no Oriente Médio, queimam incensos o tempo todo. Mas o Brasil, miscigenado, não fica atrás. 

A ascensão das fragrâncias de nicho no mercado internacional tornou o incenso, enquanto ingrediente, mais reconhecido e apreciado pelas massas. Por conta desse sucesso, empresas fabricantes de perfumes para o mercado de massa também passaram a utilizá-lo com maior frequência em suas composições.

Na perfumaria, o termo “incenso” pode se referir à mirra, ao estoraque, ao olíbano, às resinas, bem como ao aspecto fumarento de alguns perfumes. Além disso, fragrâncias mais densas, amadeiradas e cheias de nuances secas, fomentaram uma progressão natural para coleções que trazem este ingrediente como tema central.

A inspiração de Philippe Constantin veio de um romance, escrito por seu pai, que fala de uma civilização diferente, em um universo que não conhecemos, unindo o passado e o futuro. Baseado nessa autenticidade e na criatividade sem limites, ele quis criar uma coleção de perfumes que deixariam seu pai orgulhoso, quebrando tendências e reforçando a raiz da perfumaria de nicho, que destaca matérias-primas de qualidade e a liberdade do perfumista.

Philippe buscou criar perfumes nada convencionais, combinando arte e qualidade, através de uma coleção inicial que traz frascos de perfeito acabamento com tampas de madeira, que se destacam em qualquer prateleira.

Atualmente, a Maison Incens possui 12 fragrâncias catalogadas, incluindo a última coleção apresentada em 2016, chamada Les Incensées. O perfumista é Jean-Claude Gigodot, com quem Phillipe trabalha em estreita colaboração.

FACEBOOK >>

Twitter >>

Instagram >>