shadow

MERCEDES-BENZ FOR MEN, DE MERCEDES-BENZ 

Perfumart - resenha do perfume Mercedes-Benz for MenO mercado mundial está, cada vez mais, aquecido e globalizado. Novas ofertas de produtos e serviços são criadas no intuito de atender às demandas que surgem, diariamente, por parte de clientes insatisfeitos com o que já existe.

Nesta constante briga por um lugar ao sol, o mundo fashion, que envolve não somente roupas, mas todo um conceito de estilo (leia-se como estilo: maquiagem, acessórios, cosméticos, etc.), deixou de ser território dominado apenas pelos designers, conhecidos por nós como os “estilistas”. Além disso, o homem moderno sente a necessidade de ser representado por algo que venha do universo masculino. Como resultado, marcas de renome do mercado automobilístico passaram a fazer parte desta constelação de estrelas que já envolviam, além dos nomes tradicionais, joalherias, fabricantes de cristais luxuosos, entre outras. Neste aspecto, nenhuma constelação estaria completa, sem a estrela mais famosa de todas, aquela de 3 pontas conhecida como Mercedes-Benz.

A criação aromática que carrega o nome da marca em sua 1ª fragrância (lançada no exterior em 2012) é composta de limão amalfi, bergamota e mandarina na saída; no coração, noz-moscada, violeta, pimenta e gálbano (resina com aroma amargo que pode ser almiscarado ou de nuances verdes). Por fim, uma base com cedro, patchouli e vetiver. Trata-se de uma fragrância que é facilmente aceita dentro do mercado masculino: a do tipo amadeirada.

Nos instantes iniciais o tom cítrico domina, obviamente. Com o passar do tempo, a violeta e a pimenta vem à tona de forma fantástica, dando uma nuance mais rica em especiarias e um aroma mais denso. Por fim, o toque clássico de toda fragrância tipicamente masculina: um rico mix de cedro e vetiver. Temos, então, um perfume de aspecto natural, clássico, viril, elegante e atemporal.

Enquanto, para alguns, a Mercedes-Benz está apenas atrás de mais uma fonte comercial, lançando algo nada inovador, aos meus olhos, uma empresa tão rica e bem posicionada não precisa mais se preocupar com fatias de mercado e aspecto comercial. Por ser tradicional e mundialmente reconhecida como símbolo de luxo e poder, não acredito que iria lançar uma fragrância (pelo menos não a primeira de uma linha recém criada) com foco no homem jovem, que curte baladas e que não representa o seu público-alvo. Muito pelo contrário: ela quis agradar ao seu público fiel, composto por homens de faixa etária acima dos 40 anos, bem resolvidos, com situação financeira estável e que representem o estilo Mercedes-Benz, sem a necessidade de buscar um perfume de marca concorrente. E, na minha opinião, conseguiu!


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »