MONTBLANC

Perfumart - logo MONTBLANC

A tradicional marca alemã foi fundada em 1906 pelas mãos do engenheiro August Eberstein e do banqueiro Alfred Nehemias. Eles se viram fascinados por uma nova invenção do mercado: a caneta-tinteiro.

Com a denominação de “Fabricantes de canetas-tinteiro de ouro de alta classe”, a Montblanc começou sua história através da empresa “Simplo Filler Pen Co.”. O termo “Simplo” referia-se tanto à ideia da caneta “simplicissimus” quanto à palavra simples, que descrevia o novo design do produto, incluindo um tinteiro incorporado. Depois que o empresário de Hamburgo – Claus Johannes Voss – entrou para a empresa, a “Simplo Filler Pen Co.” se estabeleceu em sua sede localizada na Industriepalast, em Hamburgo, e recebeu seu registro comercial.

Foi somente em 1909, com o lançamento da primeira caneta-tinteiro, batizada de Rouge et Noir (vermelho e preto), uma caneta preta que trazia um detalhe vermelho na extremidade da tampa, que apareceu, oficialmente, o nome MONT BLANC (Monte Branco, em francês). Daí sua escrita de forma separada, bem como a logo. De acordo com a empresa, isso ocorreu durante um jogo de cartas em que um parente de um dos sócios elaborou uma inspirada analogia com a caneta, que havia se tornado o ápice dos instrumentos de escrita, e o Mont Blanc, o mais majestoso e mais alto pico dos Alpes.

Em 1910, o nome Mont Blanc foi registrado como marca e passou a ser usado para todos os instrumentos de escrita produzidos pela empresa. Em 1913, a imagem deixada pela neve no alto do pico da montanha, deu origem ao símbolo da marca: a estrela com seis pontas arredondadas. O ícone buscava traduzir a qualidade, o design e o estilo de vida da marca. Assim como a mais alta montanha da Europa, a mais alta qualidade artesanal já empregada. Rapidamente, a marca passou a ser grafada como uma única palavra, ficando conhecida como “Montblanc”.

Em 1919, foi inaugurada a primeira loja da marca na própria cidade de Hamburgo, com venda exclusiva de canetas e outros produtos como papéis, lápis e tinta, em formato precursor das lojas-conceito de marcas de luxo. Em 1924, com o lançamento da Meisterstück (que significa, em Alemão, obra de mestre), a Montblanc alcançou reconhecimento da elite e passou a vigorar entre as grifes de prestígio mundial. Até o Museu de Arte Moderna de Nova York homenageia essa obra-prima do design, mantendo uma Meisterstück 149 em sua exposição permanente. Ainda em 1924, a empresa lançou a garantia permanente, impulsionando as vendas dos produtos e garantindo a eternidade das peças, que poderiam ser passadas entre gerações.

Em 1929, na pena da Montblanc Meisterstück, veio gravado o número 4810, que representa a altura da montanha Mont Blanc em metros. Daí em diante, o número 4810 encontraria seu lugar em todas as penas Meisterstück. Em 1935, a Montblanc expandiu sua linha de produtos ao adquirir uma fábrica de produtos feitos de couro, em Offenbach, na Alemanha. Então, estojos para canetas, agendas e capas de blocos de anotações passaram a ser produzidos sob o nome Montblanc.

Em 1955, a empresa lançou a “Linha 60”, com um novo estilo de design. Em 1977, o grupo Dunhill comprou grande parte das ações da empresa. Alguns anos depois (em 1993), esta foi comprada pelo Richemont Group, passando a oferecer os produtos da grife ao lado de outras marcas de prestígio, como Cartier e Van Cleef & Arpels.

Em 1980, o slogan “Montblanc – A arte da escrita” foi lançado e se tornou modelo para muitas marcas na área do luxo. Diversas iniciativas de patrocínio internacional nas áreas de literatura, balé e música marcaram o começo do comprometimento mundial da empresa com a arte e a cultura.

Em 1990, o projeto de expansão internacional continuou ganhando força e, atualmente, a empresa possui mais de 350 lojas em cerca de 70 países. Em 1994, a Meisterstück Solitaire Royal, cuidadosamente feita à mão e contendo 4.810 diamantes, tornava-se a caneta-tinteiro mais cara do mundo. Em 1996, a Montblanc ingressou com sucesso na área de joalheria masculina com a “Coleção Meisterstück”. Pouco depois, em 1997, a empresa fundou a Montblanc Montre S/A, na cidade de Le Locle, o coração da indústria de relógios na suíça, ingressando no restrito segmento de relógios de luxo. 

Entre coleções, em 2003 a empresa apresentou “StarWalker” – uma nova geração de instrumentos de escrita para entusiastas mais jovens, apaixonados pelo design purista e estético.

No quesito fragrâncias, o primeiro perfume lançado pela empresa foi Presence, em 2001. O sucesso de vendas foi grande e, embora não seja uma empresa tradicional do ramo, suas criações atraem clientes assíduos, que prezam pela qualidade e prestígio da marca. Até o momento, a Montblanc já produziu cerca de 30 fragrâncias, em colaboração com perfumistas de peso, como Michel Almairac, Bernard Ellena, Sonia Constant, entre outros.

Aviso legal: Marcas e logotipos pertencem às empresas e fabricantes e são usados aqui, exclusivamente, para fins de ilustração aos leitores.

 
EMBLEM
default-divider
INDIVIDUEL
default-divider
LEGEND NIGHT
default-divider
STARWALKER

 

FACEBOOK >>

Twitter >>

Instagram >>