shadow

POISON GIRL, DE DIOR

Perfumart - resenha do perfume Dior - Poison Girl EDPPoison Girl é o mais novo perfume da casa de Christian Dior e foi lançado em fevereiro de 2016. Para falar sobre este perfume (que é o primeiro da linha Poison que resenho), preciso contar um pouco da minha história com seus antecessores.

Demorei muito a conhecer o original Poison (1985), pois na época, perfume importado no Brasil era, literalmente, coisa de gente rica ou viajada. Me lembro que ninguém pronunciava em Inglês (Póison), apenas em Francês (Poásôn).

O primeiro perfume da linha que conheci foi Hypnotic Poison (1998). Senti sua fragrância em uma loja de shopping, quando chegou ao País, e me apaixonei. Até hoje, acho aquele aroma de flores, amêndoas e baunilha estonteante (e compartilhável, para quem gosta de perfumes gourmands). Então, no início dos anos 2000, me apaixonei de novo por um Poison, desta vez, com frasco furta-cor e fragrância floral: era Pure Poison (2004), um total sucesso de vendas. Conheci muitas mulheres que se tornaram usuárias fiéis.

Neste mesmo período, a linha Poison se tornou mais popular e todas queriam novidades. Surgia, então, Midnight Poison (2007) e sua fragrância oriental, que conquistou não apenas as mulheres, mas muitos homens. Conheci vários que compraram para uso próprio. Cada vez mais, se acabava a fronteira de gêneros e os homens não se preocupavam mais com rótulos, algo que já era mais comum entre as mulheres. Até aqui, eu já havia conhecido as fragrâncias de Poison original e Tendre Poison (1994), ambas fantásticas. Era fácil entender o motivo de tanta adoração por esta coleção da Dior.

De lá pra cá, a versão Hypnotic ganhou vários flankers e agora, a casa lançou uma nova fragrância original, de olho nas jovens mulheres, que ditam a moda, possuem estilo próprio, são arrojadas e livres. O conceito defende uma armadilha prazerosa, que é cheia de sedução e deliciosamente viciante. Eu acho a cara das novas blogueiras de sucesso, que estão conquistando milhares de seguidores em suas mídias sociais e ainda não chegaram aos 30 anos de idade.

Poison Girl possui saída de laranja amarga, coração de rosa Damascena e rosa de Grasse (também conhecida como rosa de maio) e base gourmand com baunilha, fava tonka da Venezuela, amêndoas e um toque de sândalo e bálsamo de tolu.

Seu resultado não é inovador e, por isso, já chegou ao mercado carregado de críticas. As comparações com La Vie Est Belle, Black Opium, Trésor La Nuit, etc. procedem, pois é possível notar semelhanças de nuances e evolução. O que falta ao público, no entanto, é conhecimento de mercado para entender que Poison Girl é a resposta da Dior para conquistar essa fatia de mercado. O nome disso é concorrência!

Agora, dizer que Poison Girl é ruim ou “sem graça” é um insulto. Uma borrifada na pele e todo o ambiente é tomado por sua fragrância doce e, ao mesmo tempo, amarga. A evolução não segue à risca a ordem das notas, pois a base gourmand aparece desde o início. Se eu não tivesse acesso ao press release oficial, talvez nem acreditasse na presença das rosas. Mas elas estão lá, bem sutis, dando um toque floral e equilibrando a fragrância, evitando que se torne extremamente enjoativa. Projeção e fixação são dignas de uma Eau de Parfum da casa Dior.

O frasco manteve a identidade visual da linha, na cor rosa, que confere inocência e jovialidade. Aproveito para deixar uma observação: os frascos de 30ml não vêm tão cheios como os outros tamanhos. Portanto, não se assustem e não pensem que vazou líquido.

Para encerrar, eu diria que Poison Girl foi feito para as meninas que usavam, furtivamente, o Poison de suas mães, na década de 90, e sempre sonharam em ter um frasco para chamar de seu. O tempo passou, elas cresceram, mas a Dior não se esqueceu delas.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

6 comments on “POISON GIRL, DE DIOR

  1. Gabriela

    Hummmm acabei de prova-lo no shopping, simplismente Maravilhoso …

    Quero quero #PosionGirl

  2. Célio Godela

    Que resenha maravilhosa!!! Parabéns!!!

  3. solange de godoy

    Entrei numa loja e conheci o lançamento poison girl, fiquei obcecada com o perfume não sossego enquanto, não compra-lo.
    So to esperando o mes que vem, pra me dar esse presente adorável e marcante tanto pros outros como pra gente!

  4. Sabrina

    Bela resenha!! Parabéns! Comprei ontem meu Poison Girl e hoje é minha estreia. Estou adorando… Vamos ver as reações!

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »