shadow

POLO RED FOR MEN, DE RALPH LAUREN 

Perfumart - resenha do perfume Ralph Lauren - Polo RedIniciar uma resenha sobre um perfume da linha Polo sem comentar sobre o sucesso e o reconhecimento mundial que estes perfumes conquistaram ao longo dos anos, desde o lançamento do Polo original (em 1978) – sinônimo de qualidade e virilidade até hoje – seria um erro de minha parte. A casa Ralph Lauren deve o seu sucesso no mercado de perfumes graças a este ícone que vem gerando versões e conquistando, cada vez mais, novos clientes fiéis ao estilo “Polo” de ser.

Polo Red traz uma nova faceta à família, incorporando o estilo gourmand da atualidade, vibrante como o vermelho de seu frasco. Em sua composição temos, logo na saída, notas de toranja, cidra italiana e cranberries (também chamados de oxicoco), entregando a acidez e o poder das frutas vermelhas. No coração, açafrão vermelho (chamado de “ouro vermelho” pelo seu custo e propriedades misteriosas de cura), sálvia vermelha e lavandin (híbrido da família das lavandas), conferindo um ar mais floral e especiarado (ou especiado, como se fala hoje em dia); enquanto na base, temos pau-brasil, âmbar e café, que dão a assinatura gourmand à fragrância.

O resultado é um perfume de aspecto adocicado nos minutos iniciais, no melhor estilo azedinho-doce, que fica mais denso e cremoso, com um leve toque de café bem ao fundo. Quando eu digo “leve”, me refiro ao fato de que muitas pessoas podem pensar que irão exalar um aroma forte de café e não é isso! O tom das notas de café está presente, mas o que prevalece, embora estejam no início da pirâmide olfativa, são as nuances de frutas vermelhas.

Na minha pele, a evolução foi pequena, ficando bem linear e com uma transição pouco perceptível entre a saída e a base da fragrância. Da parte central, pouco pude perceber, a não ser quando respirei sobre a área perfumada por umas 3 vezes seguidas, e o calor da minha própria respiração fez exalar o aroma mais denso do açafrão, o que me leva a crer que uma mudança de temperatura corpórea (interna) ou do ambiente (externa) poderá alterar, consideravelmente, a maneira como este perfume irá evoluir na sua pele.

Não espere encontrar o DNA da versão original neste aqui, porque trata-se de uma edição moderna e nova a ser adicionada à sua coleção e não uma releitura do clássico de 1978.

A projeção é muito boa e a fixação é excelente. Surge um perfume “baladeiro” na família Polo!


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »