shadow

QUARTZ POUR HOMME, DE MOLYNEUX 

Perfumart - resenha do perfume Molyneux - quartz hommeExistem perfumes com os quais possuímos relações de amor e ódio por diversos motivos: nos lembram alguém, algum momento, algum lugar, etc. Mas da mesma forma que é ruim sentir ódio por uma fragrância que reconhecemos ser boa, só por conta da lembrança atrelada a ela, também é horrível gostar muito de uma fragrância que seja pouco interessante. Agora, quando o casamento perfeito entre boa fragrância com boas lembranças ocorre, o amor desenvolvido é nutrido ao longo dos anos com total fidelidade, mesmo que a relação não seja monogâmica (risos). Este é o meu caso com Quartz Pour Homme!

Se não me engano, o ano era 2000, eu estava começando a subir na carreira profissional, recebi uma leve promoção no meu emprego e a compra deste perfume veio mudar o meu mundo aromático para o resto da vida. Até hoje não fico sem 1 frasco em minha coleção! Consigo me lembrar, perfeitamente, da sensação de entrar na loja e sair com aquela caixa, com letras gravadas em prata e com um misto de poder e maturidade nas mãos. Engraçado isso, porque eu já adorava perfumes, mas este foi um dos meus primeiros importados. Durante meses, foi minha assinatura e, por sorte, não foi uma compra ruim. Muito pelo contrário, o aroma amadeirado-aromático que dança entre o clássico e o moderno sempre me rendeu muitos elogios.

A fragrância é resultado de um belo mix de groselha negra com maçã verde, bergamota, gálbano e cravo, logo na saída. Dá para imaginar o azedinho-especiarado da saída? No coração, vetiver, musgo de carvalho, cedro e jasmim e, na base, um almíscar limpo ladeado pelo âmbar e pelo bálsamo do ládano, com seu aroma acourado e ambarino. É um pouco fresco, cítrico, levemente frutal, com uma base amadeirada de pouca densidade e um aroma delicioso.

Eu não consigo ver defeitos neste perfume, me desculpem. Como diz o ditado: “o amor é cego”!


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

6 comments on “QUARTZ POUR HOMME, DE MOLYNEUX 

  1. J. Vilamar

    Não fico sem perfume, adorava o Home.com da natura, infelizmente foi tirado de linha, incompreensível!!
    Minha esposa já usava o Quartz pour Femme Molyneux, presente meu, maravilho da vontade até de morder…..claro que mordo!
    Na busca de outro optei pelo Quartz Pour Homme Molyneux, ele é duradouro e sua fixação é ótima, esse realmente é muito bom, Perfume bom é quando eu passamos e sentimos sua fragrância, mesmo depois de muito tempo utilizando o mesmo perfume.
    Esto pensando também em uma segunda opção, o que me diz do Captain Masculino de Molyneux?

    • Já resenhei uma das versões do Captain, que passou por outra mudança recentemente. A versão atual está mais moderna e versátil, mas perdeu o ar de elegância, na minha opinião.
      De toda forma, acho que vale a pena conhecer em uma loja física. Molyneux costuma entregar qualidade com preço acessível, o bom e velho “custo x benefício”.

  2. Redoxon

    O perfume Amó Esquenta da Natura é uma cópia idêntica desse Quartz Pour Homme.

    • No caso, você está se referindo ao novo Amó Esquenta, certo? Aquele com frasco alto e escuro. Porque a versão anterior eu já resenhei e não tinha nada do Quartz Pour Homme.

  3. Renan

    Esse perfume tem um aroma único. Uso há muito tempo. Poucos conhecem, então parece que to usando um perfume exclusivo.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »