YVES SAINT LAURENT

Perfumart - logo YSL

Nascido em Oran, na Argélia, Yves Henri Donat Mathieu-Saint Laurent ficou conhecido, mundialmente, por Yves Saint Laurent e sua marca YSL tornou-se sinônimo de moda e alta costura. Ele nasceu no dia 1º de agosto de 1936 na então colônia francesa, e o interesse por moda nasceu cedo quando, ainda criança, gostava de criar bonecas de papel com detalhes complexos.

Filho do presidente de uma companhia de seguros, Yves desenhava vestidos para a sua mãe e irmãs, durante sua adolescência, demonstrando o seu talento nato para a moda. Aos dezessete anos, enquanto estudava na tradicional École de la Chambre Syndicate de la Haute Couture, entrou em um concurso patrocinado pelo International Wool Secretariat e conquistou o primeiro prêmio. Pouco tempo depois, foi contratado pela Dior como assistente de modelagem. Entretanto, em algumas ocasiões, Yves era autorizado a apresentar croquis para as coleções de Alta Costura. Assim, a cada temporada, mais modelagens suas eram aceitas por Christian Dior, de quem herdou o controle criativo da casa após a sua morte, em 1957. Na época, Yves estava com apenas 21 anos de idade.

Yves Saint Laurent foi convocado para servir no exército francês na Guerra de Independência da Argélia, em setembro de 1960. Após 20 dias, o estresse de ser maltratado e ridicularizado pelos colegas soldados levaram-no a ser internado num hospital mental, onde ele foi submetido a tratamento psiquiátrico, incluindo terapia por eletrochoques, devido a um esgotamento nervoso.

Ao retornar para Paris, descobriu que Marc Bohan assumira o posto de estilista chefe na Maison Dior. Então, juntamente com a ajuda financeira de seu grande amigo e companheiro Pierre Bergé, fundou a própria Maison no dia 4 de dezembro de 1961, com a inauguração do primeiro ateliê localizado na Rue Spontini, em Paris. Era o começo de uma marca gloriosa no mundo da moda.

Sua primeira coleção foi lançada no dia 29 de janeiro de 1962 e, sendo um verdadeiro visionário, o estilista começou a criar algo que não se via muito no mercado: roupas práticas, mas com linhas muito sofisticadas.

Em 1963, suas botas altas foram amplamente copiadas. Em 1965, fundiu arte à moda em seus vestidos Mondrian. Em 1966, lançou o smoking feminino, uma de suas inovações de maior sucesso, composto por blusa transparente e calça masculina, que representava uma provocação sexual e social, já que, na época, alguns lugares proibiam a presença de mulheres vestindo calças. Também inaugurou sua primeira loja Saint Laurent Rive Gauche (nome dado à uma fragrância icônica).

Em 1968, apresentou blusas transparentes e a clássica Saharienne, a jaqueta tipo safári (nomes dados à algumas de suas fragrâncias). Durante a década de 70, Yves continuou a reinar em Paris, lutando pela emancipação feminina através de suas roupas. Em 1976, se separou de Pierre Bergé, mas a amizade continuou e os negócios também.

A sigla YSL foi rapidamente compreendida como sinônimo de elegância e passou a aparecer nas etiquetas de inúmeros produtos licenciados como perfumes, bolsas, chapéus e óculos. Além disso, em 1985, o estilista foi condecorado pelo então Presidente da França, François Miterrand, com a legião de honra e ganhou o Oscar da Moda.

Em 1999, ele vendeu sua grife para o PPR Group (Pinault-Printemps-Redoute), o terceiro maior conglomerado de marcas de luxo do mundo, mas continuou à frente da empresa. Em outubro de 2000, com a demissão de Alber Elbaz (que assinava a linha prêt-à-porter), a coleção Rive Gauche passou a ser criada pelo estilista Tom Ford, também designer da Gucci na época.

Em janeiro de 2002, depois de 70 coleções de alta costura e cerca de 200 desfiles, Yves Saint Laurent se despediu do mundo da moda, vindo a falecer no dia 01 de junho de 2008, vítima de um câncer no cérebro. De acordo com a Wikipedia, é o estilista nº 1 no ranking de celebridades que mais faturaram após a morte, já que arrecadou US$ 350 milhões depois de ter nos deixado. 

Quando o assunto é perfumaria, YSL sempre estará na mente do público como uma marca de destaque. A primeira fragrância da casa, Y Eau de Toilette, foi lançada em 1964. Em 1971, foi a vez de Rive Gauche e de um outro marco histórico na carreira e na divisão de perfumes, quando YSL se permitiu posar nu para a campanha de seu perfume masculino YSL Pour Homme.

Mas nada causou tanto impacto quando Opium, lançado em 1977, com um slogan que dizia: “Opium, para aqueles que são viciados em Yves Saint Laurent”. Na época, a imprensa e o público conservador se indignaram, acusando o estilista de fazer apologia às drogas. No entanto, as vendas da fragrância foram astronômicas. Mais tarde, em 1981, foi a vez de Kouros e em 1983, Paris, um outro clássico.

Desde 2008, a YSL Beauté foi comprada pelo grupo L’Oreal e, ao todo, a marca YSL já lançou mais de 170 perfumes no mercado, contando com a colaboração de perfumistas de prestígio, como Jacques Cavallier, Olivier Cresp, Jean-Claude Ellena, Annick Menardo, Dominique Ropion, Olivier Polge, Carlos Benaim, Nathalie Lorson, entre outros.

Aviso legal: Marcas e logotipos pertencem às empresas e fabricantes e são usados aqui, exclusivamente, para fins de ilustração aos leitores.


 

FACEBOOK >>

Twitter >>

Instagram >>