shadow

PRADA (AMBER) EAU DE PARFUM, DE PRADA

Perfumart - resenha do perfume Prada Amber Eau de ParfumSeu nome oficial é Prada Eau de Parfum, mas acabou se tornando mais conhecido como Prada Amber por causa da placa superior que traz em seu frasco, contendo os ingredientes-chave da composição e o termo AMBER, em destaque. Foi lançado em 2004 e gera muita confusão entre usuários e resenhistas, por causa de um outro perfume, muito mais antigo, chamado Prada by Prada, de 1990, em uma época na qual a empresa só lançava fragrâncias para venda exclusiva em suas butiques.

Prada Amber não possui mel ou ylang-ylang em sua composição. E também não possui notas de âmbar. O termo vem da família olfativa a que presta homenagem: os ambarados, cheios de nuances orientais e notas quentes, como benjoim.

E já que estou falando de notas, seguem as deste perfume: bergamota, laranja amarga, mandarina e absoluto de mimosa, no topo. Depois, no corpo da fragrância, absoluto de rosas e absoluto das folhas de patchouli da Indonésia. Por fim, na base, ládano da França, fava tonka, baunilha, sândalo da Índia e resina de benjoim do Sião.

Os ingredientes-chave gravados na placa superior não estão ali à toa. A empresa defende que cada um deles reflete uma dimensão da fragrância: a resina do ládano é preciosa, as folhas de patchouli são viciantes, o benjoim é profundo e o sândalo indiano é puro.

Na pele, Prada Amber é muito mais unissex do que exclusivamente feminino. Aliás, ouso dizer que seria uma excelente versão para o clássico Le Male ou, melhor ainda, uma faceta feminina para o delicioso Body Kouros.

Desde o momento em que toca a pele, é exótico e sensual. A laranja amarga corta toda e qualquer tentativa de se tornar um gourmand enjoativo. E esse mix de algo sedoso com amargo costuma assustar muitas mulheres. O patchouli é a estrela da composição e consegue transmitir nuances terrosas e achocolatadas, de uma vez só. Mas nada disso teria razão de existir sem o aspecto leitoso do sândalo, que acaba deixando a fragrância amendoada e suave. No final, jogue tudo isso sobre uma base de baunilha e você entenderá o poder de Prada Amber, que projeta muito bem, mas tende a causar uma certa fadiga ao olfato. A pessoa que usa pode até não sentir mais, porém ele está lá, projetando bastante. A fixação também é maravilhosa!

Em 2005, a empresa lançou uma versão ainda mais intensa e em 2006, a famosa versão masculina.

Da próxima vez que você pensar que todo perfume Prada é límpido, elegante e saponáceo, lembre-se desta resenha e pense em experimentar na sua pele. Você poderá se surpreender, assim como eu.


 

The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

6 comments on “PRADA (AMBER) EAU DE PARFUM, DE PRADA

  1. Fátima Bastos

    E minha marca… Sou apaixonada por ele , por onde passo deixa marcas de mim. Sabemos que a essência se subjetiva ao toca da pele, assim ele realmente me identifica. Ainda não encontrei substituto. Gostaria até , embora tenha experimentado alguns masculinos como Montblanc, por exemplo.

  2. Ai, meus sais!!!! Agora a vontade de conhecer esse Prada não me deixa mais em paz! Culpa de quem? Sim, sua mesmo, Sr. Cassiano! Quem manda fazer um trabalho tão bom e escrever resenhas “matadoras” como essa? Humpf!

  3. Regina Molnar

    Me assustei inicialmente. É um perfume muito marcante. Mas como gosto de surpresas decidi observar. Era um cheiro “antigo”, tradicional. Inicialmente. Depois achei que pudesse ser um perfume masculino (mas não é). Unissex é uma boa definição. É um perfume interessantíssimo. Despertou em mim memórias adormecidas. Sério.

  4. Jonas belo

    Tenho o masculino e adoro. Vou experimentar este também! Âmbar é sempre uma boa aposta!!😍👍👏

  5. Hildebrando Filho

    Infelizmente, ainda não experimentei nenhum perfume Prada… Mas como sou formiga, estou sonhando com o Candy!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: