shadow

Homens brasileiros dominarão o consumo de cosméticos em 2019.

Perfumart - post Homens e CosméticosLâminas de barbear, loções pós-barba e sabonetes são apenas o começo da atual revolução masculina no mercado brasileiro de cosméticos. Esse setor dobrou de 2009 para cá e a estimativa é que continue crescendo 7,1% ao ano até 2019, quando o Brasil deve se tornar o maior mercado do mundo na categoria, com vendas estimadas em US$6,7 bilhões, segundo a Euromonitor International.

Essa pesquisa foi realizada por uma consultoria, que indica que a venda de produtos para barbear, além de sabonetes e shampoos dedicados ao público masculino brasileiro, somou US$ 4,7 bilhões em 2014, um aumento de 99,4% em relação a 2009. A cesta de compras é cada vez mais diversificada e a liderança do Brasil será puxada, sobretudo, pelos produtos para banho, com crescimento previsto de 111%, entre 2014 e 2019. Desodorantes (53%), cuidados com os cabelos (38%) e produtos para barbear (32%) aparecem na sequência.

De acordo com a pesquisa da Euromonitor International, a combinação entre o aumento de renda – observado nos últimos anos – e a entrada de novos consumidores nesse mercado será responsável por levar o Brasil à liderança no ranking.

Criada como uma farmácia no Rio de Janeiro, em 1870, e hoje um conhecido player da indústria de cosméticos, a Granado tem cerca de 40% do seu público formado por homens, graças às quatro linhas de produtos para eles: Glicerina, Antisséptica, Barbearia e a linha Granaderma, de dermocosméticos. Sissi Freeman, diretora de marketing e vendas da Granado, afirma: “Percebemos um aumento considerável de pais comprando itens da linha Bebê, o que mostra que o homem moderno está mais presente na vida dos filhos. Outra característica é a fidelização aos produtos. O uso do polvilho antisséptico, o produto mais antigo da Granado, é passado de geração em geração”.

A Natura também tem um portfólio amplo e forte, totalmente dedicado ao público masculino, que vai de perfumaria até cremes, espumas, hidratantes e itens para os cabelos. Alessandro Mendes, diretor de desenvolvimento de produtos da Natura, destaca: “Além de praticidade, os homens buscam eficiência e diferenciais na composição. Por isso, a indústria da beleza vem investindo na criação de produtos com tecnologia de ponta e para áreas cada vez mais específicas”.

A pesquisa também ressalta que, diferentemente da mulher, o homem não tende a comprar por impulso. Christoph Mayer-Loos, um dos criadores do e-commerce Shop4Men, dedicado à venda de produtos masculinos, defende: “Os homens são compradores exigentes. Na maioria das vezes, a primeira compra é de algum produto que já conhecem. Porém, após descobrirem que existe um universo muito mais amplo, a recompra acaba sendo maior, com itens variados”.

 

Fonte: Brazil Beauty News / Imagem: reprodução Flickr (free)


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, resenhista nacional e internacional, consultor particular de fragrâncias e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, site especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »