Você Sabia?

Perfumart - Capa Você Sabia blog

 

Perfumart - você sabia - Alecrim

Você sabia que o alecrim (Rosmarinus Officinalis) é uma erva aromática comum na região do Mediterrâneo e cultivada, para uso na perfumaria, em regiões como Sul da França, Tunísia, Marrocos e Espanha? 🌿

Toda a planta exala um aroma forte e agradável. É muito utilizada na culinária, em produtos medicinais e na perfumaria, pois contém tanino, pineno, cânfora e outros princípios ativos que lhe conferem facetas excitantes, tônicas e estimulantes.

A essência do alecrim é obtida através da destilação a vapor e contém nuances frescas, herbais, aromáticas, amadeiradas e canforadas. Está presente em várias criações femininas de sucesso, como Jicky (Guerlain), Ô de Lancôme (Lancôme), L’air du Temps (Nina Ricci), entre outras.

Em se tratando dos perfumes masculinos, também aparece em Cool Water (Davidoff), Eau Sauvage (Dior) e em algumas versões de L’Eau d’Issey (Issey Miyake).

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Âmbar resina

Você sabia que o âmbar é utilizado, normalmente, para definir famílias de fragrâncias e acordes quentes, sensuais e/ou levemente almiscarados? A tal nota de âmbar (não confundir com ambergris) é obtida através da combinação de elementos como benjoim, ládano, baunilha e até cravo.

O termo vem da resina fossilizada de algumas árvores, que também é utilizada na manufatura de adornos, desde a antiguidade. Por causa de seus tons quentes de vermelho, laranja e amarelo, transmite a ideia de calor e conforto, estando relacionada às fragrâncias orientais. Mas pode apresentar cores mais raras, em tons de azul, marrom e até verde.

Está presente em inúmeras criações femininas de sucesso, como Ambre (L’Occitane), Miss Dior Le Parfum 2012 (Dior), Trouble (Boucheron), Eudora Deluxe (Eudora), entre outras. Em se tratando dos perfumes masculinos, também aparece em The One (Dolce&Gabbana), Malbec Gold (O Boticário), Ultra male (Jean Paul Gaultier), Ambre Beige (Condé Parfum), etc.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Ameixa

As ameixas são frutos da ameixeira, cuja árvore pertence ao gênero Prunus, que inclui as cerejeiras, damasqueiras, pessegueiros, entre ouras. É mais cultivada em países da Ásia, acreditando-se que sua origem seja chinesa. Em 1864, já eram cultivadas 150 espécies diferentes.

As ameixas são bastante utilizadas para fins culinários, seja em conserva, geleia, sucos ou doces. Podem apresentar cor roxa, vermelha, amarela (conhecidas pelo nome de Mirabelle) e até cinza-acastanhado.

Você sabia que não é possível conseguir o óleo essencial diretamente do fruto? Por esta razão, ele é sintetizado em laboratório, resultando em um cheiro forte de nuances que podem ser frutadas, licorosas, sensuais ou frescas.

Na perfumaria, este ingrediente está presente em várias criações de grande sucesso, como Dahlia Divin EDP (Givenchy), Eudora Rouge e Impression in Black (Eudora), Mademoiselle Rochas Couture (Rochas), Lacoste Pour Homme (Lacoste), Homem Sagaz (Natura), Silver Man (Amouage), etc.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - Você sabia - Amoras

Você sabia que as amoras (Rubus Fruticosus) são bagas pertencentes à família da framboesa? Elas crescem em arbustos selvagens, vulgarmente chamados de Silvas, daí o nome amoras-silvestres. Esse tipo de fruto é muito utilizado na culinária, em preparos de sucos, compotas, geleias e doces de sabor e/ou aroma frutado e azedinho.

Na perfumaria, essa nota só é obtida através de processos realizados em laboratórios, trazendo às fragrâncias nuances frutais e vibrantes, às vezes almiscaradas e outras amadeiradas.

Está presente em várias criações femininas de sucesso, como Miss Gabriela Night (Gabriela Sabatini), Mon Paris EDT (YSL), Daisy Loce Eau So Sweet (Marc Jacobs), Promesse (Cacharel) entre outras. Em se tratando dos perfumes masculinos e compartilháveis, também aparece em Mure et Musc (Lartisan Parfumeur), Fruits of the Musc (Montale) e Purple Label (Ralph Lauren)

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - anis estrelado

A estrela-de-anis, mais conhecida por anis-estrelado (Illicium Verum) é uma planta originária da China e do Vietnã. Também pode ser chamada de funcho chinês ou Badiana. Seu nome deriva do latim, que significa atrair (illicere) + verdadeiro (verum). A árvore costuma ter até oito metros de altura e as flores são pequenas, podendo ser brancas ou até vermelhas.

Os frutos têm o formato de uma estrela de cinco pontas, consistindo em carpelos rígidos, cada um contendo uma semente marrom. Eles são colhidos imediatamente antes do amadurecimento e depois secam ao sol.

Você sabia que há outra espécie próxima, com origem no Japão, denominada de anis-estrelado japonês (Illicium Anisatum), mas esta é imprópria para consumo humano?

Na perfumaria, é muito utilizada em fragrâncias masculinas de estilo fougère ou aromático, mas também entra em inúmeras criações femininas. Seu óleo essencial é obtido através da destilação a vapor dos grãos e confere nuances picantes, herbáceas e até licorosas. Por ser rico em Anethol, seu cheiro é normalmente confundindo com o aroma da erva-doce, do anis, do estragão e do alcaçuz.

Sauvage Eau de Parfum (Dior) trouxe uma bela nota de anis-estrelado em sua composição.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Canela

Você sabia que a canela faz parte do grupo das especiarias e é obtida a partir da casca interna de várias árvores do gênero Cinnamomum? A que é considerada “canela verdadeira” vem da espécie Cinnamomum Verum, mas outros tipos chegam ao mercado, como a Cinnamomum Cassia e a Cinamomum Zeylanicum.

Ela é cultivada, principalmente, na Índia e no Sri Lanka, mas também pode ser encontrada na China e na Indonésia. Na perfumaria, a de melhor qualidade (e mais cara) costuma ser a canela do Ceilão.🌳

A casca interna é retirada em períodos espaçados e enrola-se em volta de si mesma, formando bastões espessos, que são vendidos como a canela em pau. Sua essência é obtida através da destilação a vapor dos pequenos fragmentos da casca, triturados e expostos ao vento durante 24 horas. Ela confere nuances que podem ser adocicadas e sensuais, frutadas, picantes e, por vezes, até amargas.

Pode ser encontrada em perfumes como Spicebomb (Viktor & Rolf), Obsession (Calvin Klein), 1 Million (Paco Rabanne), Organza (Givenchy), entre outros.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Carambola

A carambola é um fruto da Caramboleira (Averrhoa Carambola), que faz parte da família das Oxalidaceae. Ela é originária da Índia e muito popular na região Nordeste do Brasil, embora seja replantada em todo o território brasileiro, inclusive, para arborização de quintais.

A carambola possui sabor agridoce e é muito utilizada no preparo de sucos. Mas também pode ser consumida pura ou em geleias. Entretanto, possui uma toxina chamada Caramboxina, que não é filtrada pelos rins e, por esta razão, não deve ser consumida por quem sofre de problemas renais. Você sabia disso?

É possível extrair seu óleo essencial, através da hidrodestilação das folhas e frutos, com aparelho de Clevenger. Em estudos realizados para analisar suas propriedades, também foram identificados vários ésteres e cetonas, capazes de resultar no aroma de uvas verdes. Em um tipo de carambola específica da Malásia, o aroma foi relatado como doce, estéril e frutado (tipo pêssego, damascos e ameixa).

Na perfumaria, não é uma nota amplamente utilizada, mas já teve seu lugar de destaque em perfumes como Versace Man Eau Fraîche (Versace), Escada Sunset Heat for Men (Escada), Eternity Now for Men (Calvin Klein), Tommy Girl Summer 2013 (Tommy Hilfiger), entre outros.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - Você sabia - Cardamomo

Você sabia que o cardamomo (Elettaria Cardamomum) é um dos temperos mais antigos do mundo e é considerado um dos mais caros, junto com o açafrão e a baunilha? É nativo do sul da Índia, mas também cresce no Sri Lanka, na Guatemala, na Tanzânia, no Vietnã e no Camboja.

Sua essência é obtida através da destilação a vapor das sementes dos frutos do cardamomo verde e confere nuances picantes, verdes, aromáticas e, às vezes, resinosas e balsâmicas.

Pode ser encontrado em perfumes como Legend Night (Montblanc), Impression (Eudora), Essencial Estilo (Natura), Un Jardin Aprés La Mousson (Hermès), Arabian Nights (Jacques Bogart), Jungle L’Elephant (kenzo), Nu EDT (YSL), Byzance (Rochas), entre outros.
Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - cereja

As cerejas são frutos da cerejeira, cuja árvore pertence ao gênero Prunus, que inclui as ameixeiras, damasqueiras, pessegueiros, entre ouras. É mais cultivada em países da América do Norte, Europa e Ásia.🍒

A cereja mais ácida é, normalmente, mais escura. Também conhecida como Ginja, Amarena ou Sour Cherry, é comum na fabricação de compotas e bebidas licorosas. Curiosamente, as cerejas amarelas (conhecidas como cerejas brasileiras, jabuticaba amarela ou Grumixama), fazem parte de outro gênero botânico, chamado Eugenia.

Você sabia que não é possível conseguir o óleo essencial diretamente do fruto? Por esta razão, ele é sintetizado em laboratório, resultando em um cheiro forte de nuances verdes, suculentas e que lembram amêndoas.

Na perfumaria, este ingrediente é mais utilizado em fragrâncias requintadas. Está presente em algumas criações femininas de grande sucesso, como Lolita Lempicka (Lolita Lempicka), Bvlgari Amarena (Bvlgari), Délices (Cartier), La Petite Robe Noire (Guerlain), Lady Danger (MAC), Toxic! Pink (Natura), etc.

Também aparece em perfumes masculinos e compartilháveis, como Back to Black (By Kilian), Wild Cherry (Mancera), L’Homme Ideal EDP (Guerlain), Close Up (Olfactive Studio) e o incrível Boisée Rouge (Condé Parfum).

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - Você sabia - Cranberries

O Cranberry, também chamado no Brasil de Oxicoco (e em alguns países como Arando), é conhecido por fazer parte do grupo das bagas vermelhas. Seu sabor é mais ácido do que doce, embora seja facilmente comestível. Os frutos são colhidos de seus arbustos, que pertencem ao gênero Vaccinium, muito cultivados na Inglaterra, na América do Norte, além de Canadá e Chile.

Na perfumaria, costuma ser utilizado por causa de seu aroma azedinho-doce (ou agridoce, como alguns preferem chamar) de frutas vermelhas. 🍒🍇🍓

Já apareceu em perfumes como Big Pony 2 (Ralph lauren), em várias edições do Ange ou Demon (Givenchy), em Parisienne (YSL), além de ter chamado muito atenção em Black XS for Her (Paco Rabbane).

 

 

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Cravo da Índia

Você sabia que o Cravo-da-Índia, como chamamos no Brasil (ou cravinho, em Portugal) é, na realidade, o botão floral ainda não aberto? Normalmente, é exposto para secar ao sol por até quatro dias, até adquirir coloração escura.

Conhecido desde a Antiguidade, se tornou objeto de uma intensa concorrência entre povos pelo monopólio do comércio de especiarias. No início do século XVI, um quilo de cravo equivalia a sete gramas de ouro. 💰

No mundo, os principais consumidores de cravo ainda são os habitantes da Indonésia, até porque sua árvore é original das ilhas Molucas, na Indonésia. O conteúdo total de óleo em cravos (de boa qualidade) chega a 15%. O óleo é constituído, basicamente, por eugenol (70 a 80%), acetato de eugenol (15%) e beta-cariofileno (5 a 12%) e é obtido através da destilação a vapor dos botões florais. Nas fragrâncias, confere nuances marcantes de teor aromático, quente e picante.

Na perfumaria, ainda há muita confusão entre o Cravo-da-Índia e o Cravo (flor). O primeiro vem da árvore da espécie Eugenia Caryophyllata, enquanto o segundo vem do craveiro (Dianthus caryophyllus). Em Inglês, o primeiro é conhecido como Clove, enquanto o outro se chama Carnation.

Você encontra este ingrediente nas fragrâncias masculinas de Jubilation For Men (Amouage), Epicea (Creed), Le 3′ Homme de Caron (Caron), Malbec Signature (O Boticário), Bay Rum Cologne, entre tantas outras. Mas ele também está presente em inúmeras fragrâncias femininas, como Youth-Dew (Estée Lauder), Coco Noir (Chanel), L’Heure Bleue EDP (Guerlain), Kenzo Jungle L’Elephant (Kenzo), etc.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Louro

Você sabia que as folhas de louro pertencem ao grupo das especiarias e são as partes aromáticas do loureiro (Laurus Nobilis). Nelas, são encontrados alguns componentes de óleo essencial, como eugenol, limoneno, pineno, geraniol, etc. Elas exalam um forte perfume aromático, apimentado e canforado e são muito utilizadas na culinária. 🍃

O loureiro é uma árvore originária da Ásia Menor, mas possui algumas variedades e também é cultivado na Indonésia (Syzygium polyanthum), na Índia (Cinnamomum tamala) e até no México (Litsea glaucescens). Seu óleo essencial é obtido através da destilação a vapor das folhas secas. É bom não confundir com a essência de louro (Pimenta Racemosa), que ficou famosa por compor a fragrância Bay Rum.

Na perfumaria, esse ingrediente é mais utilizado na composição de fragrâncias masculinas, mas não é difícil encontrá-lo em perfumes femininos. Invictus (Paco Rabbane) é um excelente exemplo.

 

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Pimenta Preta

A pimenta preta (Piper Nigrum) faz parte do grupo das especiarias e seu óleo essencial é obtido a partir da destilação a vapor das frutas secas e imaturas dos arbustos. Ela é cultivada na Índia, Malásia, Indonésia, Brasil e Madagascar. A produção da sua essência ocorre, principalmente, na Índia, na Indonésia, em Madagascar e na Europa (França e Alemanha).

A criação da Companhia das Índias possibilitou a popularização da pimenta e deu fim ao monopólio de Portugal. Até o fim do século XVIII, ela era usada, inclusive, para pagar impostos. Você sabia que ela já foi considerada a especiaria mais importante do mundo, chegando a ser batizada como “ouro negro”?

Na perfumaria, é muito usada por causa de suas nuances quentes e amadeiradas, que conferem efeito picante e seco às fragrâncias. Costuma ser muito aplicada em perfumes masculinos, mas também entra em centenas de composições feitas para as mulheres.

Quando o assunto é pimenta preta, The Beat (Burberry) é uma das primeiras fragrâncias da qual que me recordo.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Pimenta Rosa

A pimenta rosa é também conhecida como pimenta falsa ou pimenta doce. Suas bagas crescem em árvores da família Anacardiaceae e as mais comuns são as do gênero Schinus Molle e Schinus Terebinthifolius, muito comuns em países da América do Sul.

No Brasil, essa planta também é chamada de aroeira-vermelha. É muito utilizada na culinária, pois seu gosto é levemente adocicado e perfeito para temperar saladas, carnes, etc.

Na perfumaria, costuma enganar, pois muitos pensam que seu óleo essencial traz nuances picantes quando, na verdade, tende mais para o floral, só que mais ardido. Costuma ser considerado um ingrediente floral-frutado.

Seu óleo pode ser obtido através da destilação a vapor, bem como através da extração com dióxido de carbono. É um ingrediente versátil e muito utilizado na composição de fragrâncias. Está presente em várias criações femininas de sucesso, como Pleasures (Estée Lauder), Elle (YSL), Black XS for Her (Paco Rabbane), entre outras.

Em se tratando dos perfumes masculinos, também aparece em JOOP! Homme Wild (JOOP!), Escada Sentiment (Escada) e no aclamado Bleu (Chanel).

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - Você sabia - Pitanga

As pitangas são frutos da pitangueira (Eugenia Uniflora), árvore nativa da Mata Atlântica, mas também cultivada em outros países das Américas do Sul, Central e do Norte, além de Portugal e África. A pitanga também é conhecida como Brazilian Cherry, Surinam Cherry, South Cherry ou Cayenne Cherry.

Esse tipo de fruto é muito utilizado na culinária, em preparos de sucos, compotas, geleias e chás. Possui sabor agridoce, aroma frutado e levemente azedo. Seu óleo essencial pode ser obtido através da hidrodestilação das folhas e possui propriedades antimicrobianas, além de ajudar no tratamento de reumatismos, diarreias e outros males.

Na perfumaria, não é um ingrediente muito comum. Quando utilizado, confere às fragrâncias nuances frutadas, ácidas ou de teor adstringente. Está presente em algumas fragrâncias de marcas nacionais, como Ekos Frescor de Pitanga (Natura), Pitanga Banho Perfumado (Mahogany), Aquavibe Pitanga (Avon), etc.

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Toranja

A toranja (Citrus Paradisi) é um fruto da família dos citrinos, resultante do cruzamento da laranja com o pomelo. Por esse motivo, não se deve confundir os idiomas mais comuns na perfumaria, como Grapefruit (do Inglês) ou Pamplemousse (do Francês) com Pomelo, pois um fruto é derivado do outro.

Para fins de esclarecimento, o pomelo (Citrus Maxima) não é um fruto híbrido e é considerado o maior fruto cítrico, podendo pesar até dois quilos. 🍊

A toranja tem suculência parecida com à da laranja e compartilha dos mesmos benefícios para a saúde. Sua casca tende a ser amarela ou levemente rosada, enquanto sua polpa costuma ter cor vermelha.

Seu óleo essencial pode ser obtido através da prensagem da massa sólida e polposa dos flavedos. É preciso cerca de uma tonelada de cascas frescas para se obter, aproximadamente, 700 gramas de óleo essencial de qualidade.

Na perfumaria, é um ingrediente muito comum. Quando utilizado, confere às fragrâncias nuances amargas, ácidas e cheias de frescor aromático. Está presente em centenas de fragrâncias de sucesso, como Be Delicious (DKNY), Dior Addict Eau Fraiche (Dior), Angel Muse (Mugler), Gabrielle (Chanel), etc. no caso dos perfumes femininos.

Nos masculinos, aparece em Bleu (Chanel), Terre D’Hermès (Hermès), L’Homme Ideal Cologne (Guerlain), Light Blue Pour Homme (D&G), Bvlgari Extreme (Bvlgari), entre outros. E nos que são compartilháveis, então, a lista é imensa!

Perfumart - divisor opaco lançamentos

Perfumart - você sabia - Lichia

A lichia (Litchi Chinensis) é o fruto da Lichieira, também chamada de Uruvaia. Esse gênero pertence à família das Sapindaceae, onde também se encontram o guaraná e a pitomba.

A lichia tem casca grossa, quebradiça e rugosa, de cor avermelhada. Sua polpa é carnuda, gelatinosa e suculenta, de sabor delicado e levemente ácido. Em alguns locais, é conhecida como “moranguinho da China”.

Para fragrâncias, seu cheiro é reproduzido em laboratório. Há um composto com aroma muito similar, que é o óxido de rosa Cis. Entretanto, não é difícil encontrar à venda o óleo essencial de lichia para fins de aromaterapia. Neste caso, os fabricantes dizem que tal óleo é extraído através da destilação do seu pericarpo.

Na perfumaria, começou a ser bastante explorada na última década. Quando utilizada, confere às fragrâncias nuances frutais, aquáticas, levemente ácidas e cheias de suculência.

Está presente em dezenas de fragrâncias de sucesso, como Chloé Eau de Parfum (Chloé), The One EDP (D&G), In Love (Eudora), Daisy Eau So Fresh (Marc Jacobs), etc. no caso dos perfumes femininos.

Nos masculinos, aparece em Just Cavalli Blue (Roberto Cavalli), Silver Scent (Bogart), Byblos Fusion (Byblos), entre outros. E nos que são compartilháveis, entra em 4711 Lychee & White Mint, Lita (PK Perfumes), Wulong Cha (Nishane), Musk (Granado), etc.


FACEBOOK >>

TWITTER >>