shadow

BOISÉE ROUGE, DE CONDÉ PARFUM

Perfumart - resenha do perfume Condé - Boisée Rouge

O perfume Boisée Rouge foi lançado em meados de 2019, época do ano em que as temperaturas já se mostram mais baixas no Brasil. Mais uma vez, foi uma escolha bem planejada para lançar uma fragrância como esta, repleta de acordes adocicados e intensos.

Boisée Rouge, que em Português seria traduzido para algo como Floresta Vermelha, usa o vermelho intenso como cor do processo sinestésico e traz uma nova fragrância de apelo oriental-gourmand para o portfólio da marca, depois de Tabac D’Or.

A fragrância possui notas de saída de amora, morango, framboesa e cereja; Notas de corpo de flor de cerejeira, heliotrópio e amêndoas amargas; Notas de fundo de sândalo, camurça, fava tonka, baunilha e vetiver.

Análise resumida: um xarope infantil de frutas vermelhas, adoçado por uma essência de baunilha e derramado sobre um sofá de camurça, cujo cheiro não sai nem com lavagem industrial. E embora essa descrição pareça assustadora, Boisée Rouge guarda boas surpresas e merece um texto mais esclarecedor.

Por incrível que pareça, a fragrância não atinge a pele como se um pote de geleia de frutas vermelhas tivesse sido despejado sobre as nossas cabeças. De imediato, as amêndoas amargas falam mais alto e trazem todo aquele aroma típico das amêndoas, porém com menos cremosidade e mais amargor. Só então, as frutas vermelhas chegam e, é claro, o cheiro forte da cereja domina, até porque é um ingrediente que possui nuances amendoadas, que lembram o cheiro do Amaretto. A amora e o morango só dão cor, mas a framboesa, mais ácida e vibrante, segura um pouco as rédeas desse combo.

Embora não possua muita evolução, Boisée Rouge começa a perder um pouco desse aspecto sintético e medicinal de xarope infantil para dar lugar à uma fragrância mais balanceada, na qual a flor de cerejeira merece destaque, uma vez que confere nuances mais florais e se harmoniza muito bem com o heliotrópio, também conhecido como flor-de-baunilha. Aqui, a fragrância começa uma nova fase, saindo da compota de cerejas com amêndoas e trazendo uma espécie de cheesecake de amêndoas com baunilha. E tudo ganha outro sentido! Deste ponto em diante, Boisée Rouge fica mais cremoso, com nuances abaunilhadas dominantes e uma camurça leve ao fundo, trazendo um efeito rascante.

Na minha opinião, esta fragrância tem menos madeiras do que eu esperava, mas isso não tira o brilho do produto, uma vez que gosto dos perfumes orientais e gourmands. Entretanto, alguns pontos precisam ser reforçados, já que muitos gostam de comprar às cegas e depois, quando não se adaptam, tendem a tecer comentários negativos: se você não gosta de fragrâncias doces, não insista; se você não gosta de fragrâncias muito fortes, não insista; se você não suporta perfumes que trazem notas de cerejas, não insista; se você trabalha em locais fechados, abafados e compartilhados com outras pessoas, não use neste ambiente.

Faz tempo que não uso este termo em uma de minhas resenhas, mas Boisée Rouge é uma bomba! Exala o tempo todo, incansavelmente, além de grudar na pele. Requer muito cuidado na aplicação e, verdade seja dita, não precisa de mais do que três sprays. E, por favor, não usem em dias quentes.

Por fim, não acho um perfume elegante, até porque fragrâncias gourmands, de forma geral, não são elegantes. São quentes, tendem a trazer sensação de conforto, memórias olfativas familiares e podem até possuir um lado sofisticado e sensual. Mas elegância não é um adjetivo adequado e Boisée Rouge dá vontade de ficar abraçado e de morder quem usa. O resto deixo por conta da imaginação de vocês.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É jurado e crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, blog especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »
%d blogueiros gostam disto: