shadow

DAHLIA DIVIN EAU DE PARFUM, DE GIVENCHY

Perfumart - resenha do perfume Givenchy - Dahlia Divin EDPLançada em setembro de 2014, esta fragrância foi concebida ao redor do perfume do jasmim Sambac. De acordo com o fabricante, é o que acontece quando o ouro encontra a fragrância.

A inspiração foi a Alta Costura, como se cada frasco de Dahlia Divin fosse um vestido customizado, iluminado por milhares de fios dourados e pedrarias envolvendo a pele, como na peça feita para Alicia Keys durante a campanha publicitária.

O criador foi François Demachy, que é o perfumista interino da Dior e responsável pela coleção Dahlia para Givenchy (linhas Dahlia Noir e Dahlia Divin). Ele diz que tentou criar um perfume delicado e delicioso, balanceando notas coloridas e suculentas, uma ligeira lembrança de sua infância.

Na composição, Ameixa Mirabelle, logo na saída; Flores brancas e jasmim Sambac, no coração; Patchouli, sândalo e vetiver, na base. Pertence ao grupo dos florais-amadeirados, mas na pele se revela um floral-gourmand. Ainda me espanto com o fato de não ter notas de baunilha ou benjoim, porque essa nuance é muito presente.

Analisando de forma simplista, é como pegar grandes perfumes florais dos anos 80 e 90 e modernizar com uma pirâmide olfativa minimalista. Dahlia Divin é hoje, o que Trésor foi há 20 anos atrás.

Comparações não faltam: Coco Mademoiselle, Miss Dior Le Parfum, Armani Si, entre outros. Mas não vi ninguém citando Hot Couture, da mesma marca, com seu aroma docinho de frutas vermelhas. Eu me lembrei deste em vários momentos da evolução, já que a ameixa Mirabelle também entra neste grupo.

Na minha pele, se comportou de forma linear, como se fosse um buquê de jasmim, coberto por uma geleia frutada, que é mergulhado em um licor abaunilhado. E, como o nome diz, a fragrância é divina!

Projeção e fixação são absurdas. Em um dos testes, apliquei antes de dormir e ainda estava com ele nos braços no dia seguinte, 12 horas depois.

O frasco segue o conceito de ser iluminado, trabalhado com tons de branco, bege e dourado, sendo que o de 30ml não é menor do que os demais. Ele é mais alto, comprido e não possui o mesmo acabamento no pescoço.


 

The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

4 comments on “DAHLIA DIVIN EAU DE PARFUM, DE GIVENCHY

  1. Fernanda

    Sim, eu tenho esse (o EDP) e o Hot Couture e realmente guardam semelhanças!

  2. Claudia

    Recebi uma amostra dele e fui correndo colocá-lo na pele! Impressionante mesmoooo! E eu achava que não iria gostar! Agora tenho mais dois na lista: esse Dahlia Divin e o Dahlia Noir, mais suave, inebriantes! Dois amores! Obrigada pela dica!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: