shadow

DIOR HOMME, DE DIOR (2005)

Perfumart - resenha do perfume Dior - HommeDefinitivamente, Dior Homme EDT não foi feito para qualquer um. É preciso ser um homem de verdade (e de classe!) para poder sustentar esta fragrância. Não, não estou me referindo ao estereótipo do machão, mas do homem culto, educado e de boa índole.

De cara, vale ressaltar a beleza do frasco: pesado, de linhas retas, com um tubo de alumínio central e as iniciais CD (Christian Dior) gravadas na tampa. Uma bela apresentação!

A fragrância de Dior Homme EDT é conturbada, inicialmente, pois traz um cheiro estranho de maquiagem – resultante da nota de íris – que pode ser um problema para muitos usuários em potencial. É o tipo de fragrância que necessita tempo para descansar e evoluir na pele e isso é prejudicial para quem costuma comprar com base na saída.

Dior Homme EDT é composto por notas de cabeça de lavanda, sálvia e cardamomo, seguidas por notas de coração de íris, cacau e âmbar, que são carregadas de intensidade pelas notas de vetiver, couro e patchouli, na base. Este perfume consegue ser seco e cremoso e, ao mesmo tempo, levemente adocicado e floral, com toques amadeirados e a presença do couro. É sóbrio, moderno e é um representante de sucesso e sofisticação.

Sem dúvida, um grande perfume para grandes homens!


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É jurado e crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, blog especializado em perfumaria.

2 comments on “DIOR HOMME, DE DIOR (2005)

  1. Elisa Leal De Moraes Coelho

    Olá Cassiano, adoro ler seu blog! Dizem muito que esse perfume é compartilhável (à parte a discussão de que perfume não tem gênero…) você concorda? o EDT é mais compartilhável que a versão Intense? Obrigada!

    • Oi Elisa!
      Acho que depende muito da sua pele e do seu estilo. Realmente, acredito que o EDT seja mais compartilhável do que o EDP.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: