shadow

JIMMY CHOO BLOSSOM (2023), DE JIMMY CHOO

Perfumart - resenha do perfume Jimmy Choo Blossom 2022

O perfume Jimmy Choo Blossom surgiu, originalmente, em fevereiro de 2015. Trazia o mesmo padrão visual do pilar Flash, porém com uma fragrância declaradamente mais frutada. Não demorou para que novos flankers surgissem, mas com uma estratégia de marketing diferente, que os tratou como Edições Limitadas.

Assim, vieram as fragrâncias de Jimmy Choo Blossom 2018, 2019, 2022 e agora essa, de 2023. A dificuldade, para muitas mulheres, está em identificar as diferenças entre elas, visualmente falando. Tirando a edição de 2018, de cor coral, as principais diferenças estão nas caixas: a de 2019 tinha a logo sobre um fundo pink, a de 2022 sobre amarelo e a de 2023 chega com um fundo prateado.

A nova fragrância foi criada pela perfumista Marie Salamagne e conta com notas de bagas vermelhas, mandarina, framboesa e toranja, na saída. No coração, jasmim e frangipani, ingrediente que confere um pouco do DNA do pilar. Por fim, a base traz sândalo e ambroxan.

Jimmy Choo Blossom Eau de Parfum (2023) é uma celebração à primavera, com uma verdadeira explosão inicial frutada e suculenta, capaz de conquistar de imediato. A framboesa, bem como a mandarina, traz um efeito radiante e, ao mesmo tempo, ácido.

O coração é floral, mas muito leve e de aspecto diurno, solar. E por mais que o storytelling deste lançamento enalteça a nota de frangipani, o jasmim é bastante evidente e, aqui, chega com facetas mais verdes e joviais.

A base carrega um acorde amadeirado sutil, bem comum em composições femininas que precisam de densidade para prolongar a duração sobre a pele, e que, contudo, não podem abrir mão da cremosidade e da delicadeza. O âmbar almiscarado desta fragrância funciona bem, pois sustenta as notas que vieram antes (no sentido de elevar) e mantém a mesma com vitalidade.

Jimmy Choo Blossom (2023) não é uma fragrância inovadora e segue a tendência que faz uso da nota de framboesa, trazendo um frescor ácido e marcante às composições femininas de largo espectro com relação à versatilidade e, também, à faixa etária.

O desempenho não me decepcionou, pois está de acordo com o esperado para esse tipo de construção olfativa e a cor também entrega bastante do que trata o produto. No final das contas, não chega a ser memorável, mas é cativante e muito agradável. Um Jimmy Choo confortável para quem veste!


 

The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *