shadow

KENZO HOMME WOODY, DE KENZO

Perfumart - resenha do perfume Kenzo - WoodyKenzo Homme Woody (também chamado de Kenzo Boisée em alguns países) foi lançado em 2010, inspirado no olhar e na conexão do homem com a energia da terra e a imensidão do céu, como se fosse a árvore mais alta, em um caminho sem limites.

É pouco conhecido e também pouco comentado. Mas é uma obra-prima da perfumaria que, infelizmente, não é mais fabricada. Possui notas de menta e manjericão, na saída; Alecrim e pimenta de Madagascar, no coração; Vetiver do Haiti e cedro do Atlas, na base.

Quando toca a pele, é mentolado e adocicado. Esse frescor se funde com uma nuance completamente aromática, salpicada por um toque de pimenta. A base é amadeirada, com maior presença do cedro e suas nuances canforadas e balsâmicas. Para mim, parece que o vetiver nem existe.

Durante a evolução, poderá fazer você se lembrar de inúmeras outras criações. No meu caso, eu lembrei de Burberry The Beat.

O frasco manteve a identidade visual, em um misto de cinza e âmbar, que lembra madeira.

Na minha opinião, é uma daquelas fragrâncias sem defeitos: é versátil, é elegante, projeta e fixa muito bem e ainda foi feita por Olivier Polge.


 

The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

3 comments on “KENZO HOMME WOODY, DE KENZO

  1. Hildebrando Filho

    Esse eu não gostei… Comprei na Black Friday, mas não consegui usá-lo, era como se eu estivesse usando Kaiak. Dei a um amigo e ele amou, usou até a última gota.

  2. Kenzo Woody tem um dos melhores alecrins que eu já senti… reforça o canforado e o efeito “florestal”. Pena que tá difícil de achar!
    Beijos, Cassiano!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: