shadow

WHITE SANDALWOOD, DE GOLDFIELD & BANKS AUSTRALIA

Perfumart - resenha do perfume Goldfield&Banks - White Sandalwood

O perfume White Sandalwood foi lançado em 2016 e foi criado por François Merle-Baudoin. A inspiração foi a região de Kununurra, no oeste da Austrália, com seu chão vermelho causticante e paisagens acidentadas, o lago artificial Argyle e sua mina de diamantes rosas e raros, entre outras belezas naturais que abrigaram povos aborígenes por milhares de anos.

O conceito criativo visa retratar o cheiro de um óleo perfumado crepitante que escorre das folhas balsâmicas de uma árvore sagrada. Para esta finalidade, foram combinadas notas de sândalo da Austrália (Santalum Spicatum), tomilho do Marroco, âmbar, rosa da Turquia, pimenta das Ilhas Comores e açafrão da Espanha.

White Sandalwood (em Português, Sândalo Branco) é classificado, pelo fabricante, como um perfume amadeirado, especiado, herbal e oriental. Quando aplicado, traz uma saída floral e picante, de grande qualidade, digna do segmento de perfumes de nicho que utilizam o combo de rosas e açafrão em suas criações. Particularmente, eu adoro essa mistura de notas, que desperta o DNA de origem Moura em meu sangue, por parte do meu pai.

Normalmente, esse mix de rosas e açafrão resulta em um cheiro floral e ardido, esfumaçado como um incenso queimando e, ao mesmo tempo, quente e sensual. Em White Sandalwood, nuances mais picantes se revelam, por conta da nota de pimenta, e o tomilho confere um eco aromático e duradouro.

A evolução é muito lenta e o sândalo requer tempo para se fazer notar. Quando a fragrância chega a esse estágio, a rosa já não é tão marcante e a base fica bastante cremosa, pois o âmbar ajuda a reforçar essa sensação, além de conferir um pouco de doçura. Essa presença tardia do sândalo pode ser vista como um ponto negativo, já que ele dá nome ao produto.

Em questões de público, embora seja unissex, White Sandalwood pode ser considerado, por muitos, como um perfume mais feminino do que masculino, principalmente, por quem não costuma gostar de rosas opulentas em fragrâncias. Todavia, se você já está familiarizado(a) com a perfumaria independente (especialmente, a que retrata o Mercado Oriental), não irá se assustar com essa criação exótica e de cor amarela, representando as areias mutantes do interminável deserto.

Além de ter se tornado uma das minhas fragrâncias favoritas de Goldfield & Banks Australia, White Sandalwood ainda possui projeção maior do que as demais. A durabilidade manteve a média de oito horas na minha pele (às vezes um pouco mais, outras menos) e o resultado foi extremamente satisfatório. Obra-prima da Austrália.

*imagem: reprodução / goldfieldandbanks.com


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »