shadow

ARCHETYPE, DE BARON BISHOP PARFUMS

Perfumart - resenha do perfume Baron Bishop - Archetype

Archetype é uma das cinco fragrâncias de lançamento da marca Baron Bishop, lançada em 2021. O conceito por trás da fragrância conta a história da Torre Filarete, entrada principal do Castelo Sforzesco, que simboliza a fundação sobre a qual Milão foi construída. Esse teria sido o arquétipo do planejamento urbano consciente durante o período do Renascimento. Daí, seu nome.

A fragrância de Archetype é classificada como aromática, foi criada por Ilias Ermenidis e combina notas de bergamota e alecrim, no topo; Cedro e couro, no corpo; Vetiver e patchouli, no fundo.

É importante lembrar que perfumes comercializados com base em óleo tendem a funcionar de forma bastante distinta na pele, quando comparados aos que são diluídos em água e álcool, pois estes elementos funcionam como condutores entre o que sai do frasco e o que fica retido na pele, resultando em mais explosão de saída e uma evolução mais seca.

Já os Perfumes em Óleo (ou Óleos Perfumados, como às vezes são chamados), acabam tendo um comportamento típico de baixa projeção e sua durabilidade está diretamente ligada à textura da pele e em como ela irá absorver o óleo. Além disso, assim como também acontece com os perfumes sólidos, depois de um certo tempo, o cheiro da base – aqui, o Óleo de Cártamo – se faz presente.

Dito isso, Archetype abre com um frescor verde e levemente canforado, que evolui para um estágio onde o cedro é mais adocicado e coriáceo (provavelmente, utilizaram o Cedro do Atlas) e combina, perfeitamente, com a nota de couro. Na minha percepção, esta nota tem um aspecto de alcatrão e confere seriedade e reforça o storytelling de construções, concreto e arquitetura. Por outro lado, ela me mostra uma faceta mais masculina, que permanece até o fim, e pode ser um obstáculo para algumas mulheres.

Em uma evolução bastante sutil, o vetiver emerge e traz nuances terrosas, que são reforçadas pelo lado mais áspero do patchouli. Archetype se sai bem em dias quentes e a fragrância é notada por pessoas ao seu lado. A durabilidade média, na minha pele, é de cerca de seis horas (facilmente notada), mas o cheiro da base ainda pode ser sentido mesmo após dez horas da aplicação.

Na minha opinião, as fragrâncias de Baron Bishop foram feitas para quem já conhece o segmento de Nicho e, sobretudo, tem experiência com Perfumes em Óleo. Ou seja, pessoas que, normalmente, possuem uma coleção considerável de fragrâncias ou que já testaram de tudo dentro desse universo diversificado. O tamanho dos frascos (15ml) com rollerball é perfeito para ser levado para qualquer lugar, mas, acredito que muito em breve, a empresa será obrigada a lançar versões mais tradicionais, diluídas em concentração EDT ou EDP e frascos de maior volume.


The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *