shadow

BABY BLUE JEANS, DE VERSACE 

Perfumart - resenha do perfume Versace - Baby Blue JeansApós um ano do lançamento de Blue Jeans no mercado, a Versace resolveu trazer uma versão mais “jovial” deste sucesso. Surge então, em 1995, Baby Blue Jeans, com um menino estampado na sua embalagem, brincando de ser homem.

A intenção era produzir um perfume mais fresco e voltado para jovens adolescentes que se preocupam, de maneira precoce, com a sua imagem. Particularmente, não acho que deu certo! Não estou falando da fragrância, que é ótima, mas do resultado que, no meu ponto de vista, não foi feito para adolescentes.

A fragrância contém, de certa forma, o DNA do seu antecessor, trazendo um mergulho cítrico inicial. Mas não chega a ser um perfume juvenil! Ela abre com notas cítricas, mas o corpo é rico de íris, alecrim e gálbano. Para finalizar, a base contém sândalo, patchouli, cedro, almíscar e baunilha.

Para mim, Baby Blue Jeans carrega uma fragrância forte, embora confortável. E suas notas cítricas, em conjunto com o almíscar e a baunilha, são o que mais ficam em evidência na minha pele. Mas ainda assim, é um perfume para homens de verdade, não para jovens, que podem contar com outras opções, como CK One, por exemplo.


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É jurado e crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, blog especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: