shadow

BLONDINE, DE FRASSAÏ

Perfumart - resenha do perfume Frassai Blondine

Blondine é um perfume de 2017, criado em colaboração com o perfumista Yann Vasnier, que também já utilizou seu talento em fragrâncias de grifes como Arquiste, Comme des Garçons, Jo Malone, Marc Jacobs, entre outras.

O ponto de partida para a criação da fragrância foi um conto de fadas francês, de 1920, de Virginia Frances Sterrett, cuja personagem principal se chama Blondine, uma princesa justa e gentil, que cresceu amada por seu pai, rodeada por joias preciosas, frutas exóticas e guloseimas de dar água na boca. No entanto, quando deixada para trás, em uma floresta encantada, se vê cativada pelas mais belas e sedutoras flores, doces decadentes e almíscares enigmáticos e é quando se dá conta de que está muito longe de casa. 

Oficialmente, a fragrância de Blondine lista notas de mandarina verde e folhas de pera; Manteiga de caramelo salgado, lírio tigre e flor Ashoka; Cacau, fava tonka, castoréo e almíscares.

Na pele, Blondine parece um perfume de aspecto inocente, no início, mas revela uma personalidade mais forte com o passar do tempo. As flores se destacam e o lírio domina com seu cheiro solar, de aspecto encerado e sedoso e que, por várias vezes, faz lembrar o cheiro do jasmim. Apesar das notas frutadas, a presença da mandarina é quase imperceptível e só explode no momento em que a fragrância é borrifada sobre a pele.

Com o passar do tempo a fragrância se transforma, como se mostrasse uma princesa frágil que precisa se defender das ameaças da floresta, conforme o dia vira noite. Então, a delicadeza floral dá lugar a cristais de caramelo salgado, que antecipam a chegada de uma faceta mais gourmand. Por fim, um cheiro de camurça macia surge e mostra um lado menos feminino da fragrância, que irá permanecer até o final.

Na minha opinião, Blondine retrata uma história lúdica de 1920, porém de uma forma bastante atualizada, na qual a indústria de perfumes vem reforçando aspectos de fragrância sem gênero definido, assim como os contos de fadas estão retratando princesas cada vez mais empoderadas e independentes.

*imagem: reprodução / frassai.com


 

The following two tabs change content below.
Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!