shadow

DINUDISIT, DE JANUARY SCENT PROJECT

Perfumart - resenha do perfume January Scent - Dinudisit

Dinudisit foi lançado apenas dois meses após o lançamento de Burvuvu, em setembro de 2018. Por aí, já dá para sentir que a Perfumaria Indie não se preocupa com “momentos propícios”, mas com o fato de o produto estar finalizado e pronto para atingir o seu púbico-alvo.

O conceito criativo fala de flores marinhas e a fragrância carrega notas de bergamota, narciso, arruda, jasmim, caramelo, sementes de aipo, acorde marinho, musgo de carvalho, âmbar, cera de abelhas, patchouli e vetiver. Não, você não leu errado: notas de arruda e sementes de aipo mesmo!

Dinudisit é só mais uma prova do belo trabalho realizado por John Biebel, que consegue unir o inusitado com o inebriante, criando algo incrível em termos olfativos. E esta fragrância, talvez a mais luminosa e diurna de todas, mostra que a superfície marinha recebe raios solares, mas é no fundo que os predadores se escondem.

Assim que é borrifada sobre a pele, a fragrância se mostra floral, alegre e narcótica. A arruda confere um cheiro de laranjas ainda verdes e azedas. Além disso, nuances levemente adocicadas de narcisos se fundem à bergamota e causam uma boa impressão. Mas, ao contrário do que diz o ditado popular, nem sempre a primeira impressão é a que fica. E Dinudisit se transforma rapidamente, mudando de inocente para obscuro.

O corpo da fragrância ganha aspecto de cera, o lado floral se funde ao esfumaçado e um misto de tabaco com melaço começa a surgir. Caramelo e cera de abelhas (que não tem cheiro de mel) formam um duo levemente adocicado, que só não incomoda por causa do acorde marinho. E a base, mais densa, ganha facetas musgosas e verdes, cortando qualquer tendência unicamente feminina que esta fragrância pudesse vir a ter.

Depois que o processo acontece e nada mais se altera, Dinudisit continua surpreendendo. Em um momento, o cheiro me faz lembrar algo úmido e levemente salgado, como algas marinhas; em outro, sinto cheiro de comida doce assando e pingando sobre a chapa quente do forno. Ainda, tem vezes que sinto algo mais licoroso, como o cheiro de conhaque servido em tabacarias.

Confesso que gostaria que a saída alegre durasse mais tempo, mas talvez seja algo próprio da química com a minha pele. Em termos de projeção, três borrifadas são suficientes para muito rastro e mais de oito horas de fixação. O líquido amarelo combina com a fragrância em seus minutos iniciais, mas, no fundo da alma, Dinudisit é um perfume terroso, quase marrom, de cheiro peculiar e espírito traiçoeiro. 


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »