shadow

HUILE DE SILENCE, DE BARON BISHOP PARFUMS

Perfumart - resenha do perfume Baron Bishop - Huile de Silence

Huile de Silence (Óleo do Silêncio, em Língua Portuguesa) é uma das cinco fragrâncias de lançamento da marca Baron Bishop, lançada em 2021. O conceito por trás da fragrância conta a história da arquitetura de estilo Liberty, que seria a variante italiana do Art Nouveau, que floresceu entre 1890 e 1914. Também era conhecido como stile floreale, arte nuova ou stile moderno. Foi a base para o Quadrilatero del Silenzio (Il Quartiere del Silenzio) em Milão. Daí, o nome do perfume.

A fragrância de Huile de Silence é classificada como floral, foi criada por Fabrice Pellegrin e combina notas de bergamota e jasmim, no topo; Tuberosa e gardênia, no corpo; Cedro e sândalo, no fundo.

É importante lembrar que perfumes em Óleo (ou Óleos Perfumados, como às vezes são chamados), acabam tendo um comportamento típico de menor projeção e sua durabilidade está diretamente ligada à textura da pele e em como ela irá absorver o óleo.

Todavia, Huile de Silence se mostra uma exceção à regra e exala forte, desde o instante em que é aplicado sobre a pele. E não poderia ser diferente, pois o buquê de jasmim, tuberosa e gardênia não é fácil de ser domado em nenhuma fragrância, diga-se de passagem. É claro que há, também, aquele primeiro impacto oleoso, de um produto que se encontra envasado e ganha contato com o ar externo. Mas, rapidamente, a fragrância floral explode e a gardênia traz leveza e requinte.

Huile de Silence enaltece as notas de jasmim e gardênia e tenta domesticar o lado mais pungente da tuberosa, flor mais carnal e dominante. E consegue atingir esse objetivo!

A essa altura do campeonato, já ficou claro, para mim, que a Baron Bishop decidiu lançar sua primeira coleção trazendo fragrâncias que representam as principais famílias olfativas. Esta é floral e as outras representam as famílias Oriental, Cítrica, Aromática e Amadeirada.

Dito isso, Huile de Silence não reinventa a roda. E a verdade é que não precisa reinventá-la; basta mantê-la girando. E esse é, justamente, um dos maiores equívocos que o público consumidor comete com relação à Alta Perfumaria nos dias de hoje, pois acredita que as empresas devem trazer composições nunca antes criadas. Na prática, isso não só é difícil, como arriscado. Primeiro, a marca precisa estar consolidada e as vendas precisam ser lucrativas. Só então, a empresa irá pensar em um lançamento mais inovador.

Huile de Silence é um floral delicioso, parecido com inúmeros outros à venda no mercado. A maior diferença, na minha avaliação, é que o resultado não ficou leitoso ou atalcado em excesso. Ficou perfeito para quem gosta de buquês brancos, com aspecto luminoso e um toque de sofisticação.

É 100% unissex? Muitos homens dirão que não! Mas, como relatei na minha análise do perfume Archetype, as fragrâncias de Baron Bishop foram feitas para quem já conhece o segmento de Nicho e, sobretudo, tem experiência com Perfumes em Óleo. Ou seja, pessoas que, normalmente, possuem uma coleção considerável de fragrâncias ou que já testaram de tudo dentro desse universo diversificado. E esse tipo de consumidor não costuma dar crédito às classificações comerciais de gênero.

Huile de Silence é um buquê de flores brancas que você carrega no bolso e transforma qualquer dia de outono em uma linda tarde de primavera.


The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *