shadow

KRISKA DRAMA, DE NATURA

Perfumart - resenha do perfume Natura Kriska DramaFalar do perfume Kriska é falar da história da perfumaria nacional. Kriska foi lançado em 1995 e fez parte da vida de milhares de mulheres brasileiras, que apostavam na sua potência e no seu teor floral. Em 2013, a Natura resolveu relançar a linha Kriska com novas embalagens e novo frasco (processo conhecido como repackaging).

Em dezembro de 2017, a Natura lançou mais uma versão para incrementar a linha e eu estive lá na fábrica conferindo a fabricação do perfume, desde seu envasamento até o carregamento das caixas para o Centro de Distribuição.

Kriska Drama é descrito como adocicado intenso e traz um incrível acorde de açúcar derretido com amendoim, nozes e avelãs torradas como protagonista da fragrância.  Mas indo um pouco mais fundo, dá para descrever a pirâmide olfativa, que carrega notas frutadas de nectarina (uma variedade do pêssego), maçã, bagas vermelhas e pera, logo no topo. O coração possui jasmim e pralinê – que mistura a crocância do amendoim, das nozes e das avelãs com o açúcar caramelizado –, além de um toque de peônias. E o fundo combina patchouli, âmbar, madeiras, almíscar, fava tonka e baunilha.

Na pele, Kriska Drama não faz a linha dramática (desculpem o trocadilho) e se comporta com talento. É uma fragrância gourmand potente, que não me incomoda em termos de doçura e exala de forma incansável. É aquele tipo de perfume que você borrifa em uma fita olfativa e o cheiro domina todo o ambiente por horas (fato real, ocorrido durante uma das fases de testes). Sem contar no aspecto atualizado da criação, que está em pé de igualdade com várias fragrâncias internacionais, sem apelar para o famoso cheiro de patchouli com açúcar queimado.

Na pele, o resultado é ainda melhor. É possível sentir a nectarina, na saída, trazendo um aspecto suculento e que abre espaço para a evolução. O coração apresenta o adocicado prometido pelo tal acorde especial, que é o protagonista da criação, mas que, surpreendentemente, não é doce demais. E isso ocorre porque as nuances florais, principalmente as da peônia, não deixam o aroma do pralinê brilhar sozinho. E é nessa fase, precisamente, que eu me pego cheirando o local aplicado o tempo todo. Parece um croissant de amêndoas saindo do forno, com uma bola de sorvete de creme ao lado, para harmonizar. É viciante! Por fim, o mix de âmbar com baunilha confere uma sensualidade extra e dá o arremate cremoso, finalizando com chave de ouro.

Kriska Drama tem alta projeção e durou cerca de oito horas na minha pele. Imagino que na pele feminina, normalmente mais cuidada e hidratada, o resultado pode vir a ser ainda melhor. E não é Deo Parfum!

Particularmente, ainda não conheço nenhuma outra fragrância similar a esta e não concordo com as comparações já feitas com o perfume Angel (Thierry Mugler), pelo menos, não na versão tradicional.

Para encerrar, vale falar que o novo perfume é uma cocriação envolvendo Verônica Kato e Natasha Côte.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

21 comments on “KRISKA DRAMA, DE NATURA

  1. Tania Azevedo

    Resenha sensacional, já quero muito esse perfume, rs. Passo a seguir o site a partir de hoje! 😉

  2. Boa tarde, Cassiano! Gostaria que vc falasse sobre o La Vie Est Belle Intense da LANCÔME. Obg!

  3. Suzana Souza

    Cassiano Silva, confesso que fiquei impressionada com a sua resenha. Juro que se eu criasse um produto, iria pedir para você falar sobre ele. Finalizando; vou ter que comprar esse KRISKA DRAMA!

    • Poxa Suzana, que legal esse retorno. Infelizmente, não é todo mundo na indústria brasileira que pensa dessa forma, até porque nem sempre as minhas críticas são positivas. 🙁

  4. Sandra Nascimento

    Boa noite Cassiano… Adquiri o Kriska Drama e demorei um pouco para usá-lo por falarem que ele é um perfume noturno… Tive um evento e pude usá-lo…. Como fui elogiada kkk realmente a fragrância é viciante… Logo depois desse episódio, eu tive um Congresso diurno resolvi experimentar, passei o perfume e fuiiii kkkk com maior receio de rejeição… Mas para minha Surpresa!!! Aceitação total… Amei…. o âmbar e a baunilha que tem nele é uma delicia…. Parabéns ótima resenha como sempre… Beijos

  5. Jaqueline Neves

    Ele lembra o Tom Ford Black Orchid

    • Não acho, porque tenho o Black Orchid. Mas se na sua pele ficou parecido, você conseguiu um substituto com incrível custo x benefício. 🙂

  6. Shirley

    Estou amando esse perfume o cheiro realmente é viciante

  7. Fabiana

    Eu achei também parecido com uma edição limitada do Angel, o Eau de sucree, já o tradicional, nunca

    • Obrigado Fabiana, você é a segunda mulher a ratificar a minha interpretação da fragrância, inclusive, citando o Eau Sucrée.

  8. Késia Siqueira

    Maravilhoso!! Lembra o angel sim!! É um angel gourmand. Amei.

  9. Mikaella

    Eu trabalho na central. De relacionamento da natura e lá podemos utilizar os produtos ,hoje experimentei na pele esse kriska drama,é maravilhoso tanto que já encomendei ,a natura está de parabéns!

  10. Mari

    Boa tarde Cassiano!!
    Acabei de conhecer esse perfume delicioso através da Nova revista da Natura e fiquei encucada pois já senti esse cheirinho antes…até minha memória olfativa me recordar do maravilhoso Felicita, do Boticário, que usei no ano de 2002, e infelizmente saiu de linha. Tive a certeza que era isso mesmo, quando vc comentou que não achou parecido com o Angel (sinal que alguém deve ter achado, acertei? Rs), porque quando o usava, lembro que me perguntavam se estava usando o Angel, Que eu ainda menina sequer conhecia. Agora quero esse novo Kriska urgente,rsrs, amei esse cheirinho!
    Parabéns pela resenha! Deus te abençoe! Abraço!

  11. Já senti esse perfume em uma colega de trabalho… Mas ficaria muito feminino na pele masculina?

    • Estamos vivendo tempos em que as barreiras de gênero na perfumaria estão sendo deixadas de lado, o que na verdade sempre foi a raiz dessa arte.
      As fragrâncias masculinas estão ficando, cada vez mais, adocicadas. Há anos atrás, era difícil ver um homem usando Pi (Givenchy) ou qualquer coisa próxima de um A*Men. Isso mudou, felizmente!
      Então, só quem pode chegar a essa decisão é você. Vai depender de como o perfume vai reagir na sua pele.
      Acho que você deve testar pra valer um dia e, se se sentir bem, use!

  12. Marilene Marques de Souza

    Morri com a resenha do Kriska Drama! Nunca tinha visto uma resenha de perfume tão bem feita. Parabéns! Já havia pedido o meu antes da sua resenha. Estou pedindo mais outro Kriska Drama e todos os femininos da natura que você resenhar. Abraço

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »