shadow

NAKINN, DE DOTTI PERFUMES

Perfumart - resenha do perfume Dotti - NakinnO perfume Nakinn foi lançado em 2019 e faz parte da Iceland Collection, criada pela grife do segmento de nicho, a Dotti Perfumes. A coleção presta homenagem à força do povo escandinavo, à beleza da aurora boreal e às florestas da Islândia. Além disso, há um conceito trabalhado no fundo, que traz a linguagem das Runas, onde cada fragrância tem a sua própria personalidade.

A palavra Nakinn, do Islandês, significa nu em Língua Portuguesa e esta fragrância simboliza a vegetação rasteira e musgosa das florestas, que se funde aos frutos selvagens que caem pela relva e amadurecem sobre os pés das árvores. Sua runa é Jera e representa transição; o fim e o recomeço; recompensa e abundância.  

Sua composição lista notas de laranja, bergamota, calone, estragão e menta do tipo Spicata, na saída; Ruibarbo, chá verde, coentro e mirtilo selvagem, no corpo; Musgo de Carvalho, cedro, sândalo, patchouli e vetiver, no fundo. É importante dizer que o perfumista por trás dessa coleção – Rodrigo Lombardi – criou um acorde (que chamou de nórdico) que estará presente em todas as fragrâncias, como um DNA próprio, e que combina bergamota, Calone, menta e estragão.

Na pele, Nakinn parece a mais versátil e compartilhável das três fragrâncias dessa coleção, mas isso muda em poucos minutos. Sua abertura é rica em teor cítrico e aromático, com muita presença de menta e estragão e um forte aspecto de casca de limão azedo. É possível sentir um cheiro de erva-doce ou anis durante a evolução e não se espante, pois é completamente normal perceber essas facetas quando se usa estragão ou o composto Toscanol.

Com o passar do tempo, um leve teor de ruibarbo aparece e se funde ao aroma cítrico do coentro. Temos, então, um coração mais ácido e que abre caminho para um novo desdobramento na evolução da fragrância, revelando sua base musgosa. Por fim, o cheiro de Nakinn já não é tão mentolado e rascante, característica que eu acredito que irá espantar o público feminino em um primeiro momento. Ele se mostra mais verde e amadeirado, mas sem carregar o aspecto datado de perfumes musgosos de outrora. Ou seja, está de acordo com o que o mercado atual celebra.

Particularmente, fiquei muito feliz com o resultado dessa coleção, pois vejo que houve um empenho em pegar o que não estava tão “finalizado” no lançamento de Profusion, para apresentar produtos mais coerentes e melhor trabalhados desta vez. Isso representa aprimoramento e olhar atento ao que foi dito pelo público consumidor. E esse olhar apurado trouxe produtos com uma bela apresentação visual e, sobretudo, fragrâncias melhores.


 

The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

2 comments on “NAKINN, DE DOTTI PERFUMES

  1. Maria Cucuz

    amigo,e o desempenho em sua pele ? vale apena o custo/beneficio ?

    • Oi Maria!
      O desempenho é bom, mas a relação custo-benefício é algo muito particular. Não tenho como te dizer o que vale ou não em termos de investimento.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!