shadow

PI NEO, DE GIVENCHY 

Perfumart - resenha do perfume Givenchy - pi neoPi Neo foi um perfume inovador, no qual ingredientes naturais como a bergamota, mandarina, cedro, baunilha e o patchouli foram misturados, pela primeira vez, com três moléculas: Toscanol, Safraleine e Cosmone, todas criadas pela casa Givaudan. Uma serve para dar ênfase à durabilidade do perfume, a outra para enriquecer o aspecto das especiarias e a última para enaltecer acordes almiscarados e dar elegância ao perfume.

Na minha pele, Pi Neo se tornou um perfume muito linear, do início ao fim. Possui um cheiro que eu chamaria de “cremoso-refrescante”, que permeia por horas na pele, porém, com baixa projeção (que eu me lembre, é a primeira vez que eu reclamo da projeção de um Givenchy). Mas a fixação é ótima, e a fragrância fica na pele de maneira discreta e elegante (deve ser a tal da Cosmone!).

É um perfume confortável que, na minha opinião, se torna ideal para uso diurno, em ambientes fechados como escritórios, consultórios médicos, etc.


The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: