shadow

TRISKELION, DE ATELIER SEGALL & BARUTTI

Perfumart - resenha do perfume Segall&Barutti - Triskelion

Quem gosta de tatuagens ou se interessa por histórias do povo Celta já deve ter ouvido este termo. Triskelion é um símbolo da cultura celta e seu nome tem origem grega, significando “com três pernas”. Ele pode ser formado por três espirais entrelaçadas, três pernas ou por qualquer outro símbolo que transmita a ideia de simetria rotacional, movimento constante, etc.

O Triskelion está presente na bandeira da Sicília, em brasões e até em escudos de guerreiros da Grécia Antiga. Possui vários significados, conforme entendimento e cultura: Espírito, mente e corpo; Passado, presente e futuro; Nascimento, vida e morte; entre outros.

A fragrância do perfume Triskelion abre com notas de limão Siciliano, aldeídos e alcaçuz. No coração da fragrância, notas de violeta e incenso. Na base, vetiver e mirra.

Esta foi a quarta fragrância do Atelier Segall & Barutti que testei e, até o momento, a primeira com direcionamento mais comercial e menos diferenciada, tendo em vista o que sempre se espera de grifes que surgem no segmento da criação independente. Isso é um defeito? Não, de forma alguma. A Perfumaria de Nicho não tem ligação direta com a exclusividade ou com a inovação, embora ambas sejam consequência no trabalho de alguns perfumistas, que seguem caminhos avessos ao que está em alta no mercado.

Na pele, Triskelion se comporta, basicamente, como um oriental-amadeirado. Na saída, a acidez do limão corta o dulçor do alcaçuz, bem como seu teor de anis. O que se destaca é a faceta mais lenhosa. Em seguida, o coração da fragrância faz jus ao nome do órgão que é considerado o mais importante do corpo humano, e a violeta envolve a pele, assim como o sangue corre pelas nossas veias. E por mais que eu adore fragrâncias incensadas, desta vez o incenso não foi a nota que mais se destacou.

O decorrer da evolução não traz grandes surpresas e o vetiver, sempre vívido e terroso, aqui se mostra mais suave e verde, deixando a mirra ganhar posição de destaque, finalizando com um toque esfumaçado. E a fragrância encerra seu ciclo de vida como um misto de violetas musgosas e levemente ambaradas, cheias de nuances doces e lenhosas e um fundinho incensado.

Particularmente, acho que Triskelion é mais voltado para o público masculino. É um perfume com estilo profissional e sofisticação moderada. Possui boa versatilidade quanto à ocasião de uso, mas, quanto ao clima ideal, pode incomodar em situações de extremo calor. Não tenho críticas com relação à performance, pois todas as fragrâncias que experimentei, até o momento, são fabricadas em concentração de Parfum, com óleos essenciais de procedência vegana e boa qualidade.

*imagem: reprodução / www.ateliersegallbarutti.com.br


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É jurado e crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, blog especializado em perfumaria.

3 comments on “TRISKELION, DE ATELIER SEGALL & BARUTTI

  1. Verônica Menezes

    Adoro seus textos, são primorosos! Parabéns, gostaria de ler resenhas suas sobre os demais perfumes femininos da marca.

  2. Marcos

    Parece interessante. Se tivesse que apontar um caminho dentre fragrâncias designer conseguiria dizer ? Desde já, agradecido.

    Marcos

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »