shadow

UN JARDIN SUR LE NIL, DE HERMÈS 

Perfumart - resenha do perfume Hermès - Un Jardin Sur Le NilÉ o segundo perfume da linha Un Jardin, que foi criada para representar uma espécie de diário de bordo das viagens aos jardins mais incríveis e bucólicos, segundo o ponto de vista de Jean-Claude Ellena, perfumista renomado da casa Hermès.

Lançado em 2005, “Um Jardim no Nilo” é um passeio pelas ilhas verdejantes que começam em Aswan, na Núbia Egípcia, com seus templos, cultura e peculiaridades. Contém notas de manga verde e toranja na saída, flor de lótus e açoro (da família do cálamo, também conhecido como lírio-dos-charcos) no coração, olíbano e madeira de plátano (sycamore), na base. Esta madeira de plátano é da família da maple, aquela árvore da qual é feita a calda usada nas panquecas tradicionais norte-americanas. Mas existem outros tipos de plátano. Ainda, no coração da fragrância, também foram adicionadas notas de junco, que é uma planta muito utilizada para tecer esteiras e cestos e é muito comum no Delta do Nilo, onde o rio se divide para desaguar no mar Mediterrâneo.

A fragrância é herbal, com um leve toque floral. Confesso que fiquei com medo das notas de manga, porque da maneira como eu havia lido em alguns comentários, parecia que a manga era muito presente e eu ficaria me sentindo um suco de caixinha. Mais uma prova de que perfume deve ser experimentado na própria pele!

A abertura é muito limpa e típica dos perfumes da casa, com aspecto bem natural. A flor de lótus batalha pelo seu lugar ao sol, surgindo uma vez aqui, outra ali, durante a evolução. E por falar em evolução, a fragrância é muito linear, embora não esmoreça. Possui projeção muito baixa, porque percebe-se que foi concebida para ser delicada, no sentido de elegante, mas dura bastante na pele. Além disso, é unissex e tem todos os requisitos para figurar entre uma lista dos melhores perfumes de verão de qualquer coleção.

Na minha opinião, este não é um jardim florido e sim, um daqueles jardins verdes, com grama bem cortada, molhada de forma pontual e com arbustos cortados em formato de animais, além de cercas-vivas e fontes de água. Lá no cantinho, uma mesa para sentar e ler um bom livro, enquanto se toma um belo chá com biscoitos e o sol se põe.


The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!