shadow

BLACK XS L’APHRODISIAQUE FOR HIM, DE PACO RABANNE 

Perfumart - resenha do perfume Paco - Black XS L'AphrodisiaqueDesta vez, o tempo de espera não foi muito grande. Um ano após o lançamento da versão L’excès, a casa Paco Rabanne resolveu investir em uma versão que eles chamam de subversiva (revolucionária, destruidora, incitante), mantendo o mesmo foco noturno e fatal, mas com uma abordagem mais cativante e oculta: desta vez, o rockeiro de antes abre espaço e revela a sua intimidade, se despindo de suas roupas e botas de couro.

O frasco manteve a caveira e recebeu tachas, agora banhadas em um tom dourado e ainda mais especial. E a versão é Eau de Toilette Intense, assim como na anterior. Particularmente, eu acho o frasco mais bonito em mãos do que nas fotos de divulgação.

A fragrância é como um misto entre o lado noturno de Black XS e o lado intenso e despojado da versão L’excès, trazendo um pouco de cada uma delas e adornando com o couro, representando as vestimentas do seu usuário.

Na saída, notas de limão, açafrão e canela. No coração, muito mais envolvente desta vez, flor de laranjeira, mel e o mesmo Cypriol (Nagarmotha) da versão anterior. Para finalizar, a base é composta por notas de pralinê, bem como na versão Black XS, com suas nuances que navegam entre o chocolate, caramelo e/ou nozes, além do almíscar branco e do couro.

O efeito da flor de laranjeira é devastador e dominante. Junte o mel e a pralinê e você tem um perfume tipicamente doce e noturno. Este efeito só é suavizado por causa da presença do limão, na saída, e das especiarias secas (canela e açafrão). O almíscar traz leveza e o couro transmite uma sensação mais áspera ao aroma. Em meio à exuberância destas notas, a projeção e a fixação não poderiam deixar de ser excelentes. E vale citar que, nesta versão, não existe a falsa sensação de ter alguma outra nota que sequer foi utilizada na criação, como morangos ou abacaxi.

Por fim, eu arrisco dizer o seguinte: se você possui alguma das versões anteriores (ou as 2), você precisa conhecer esta também. Eu, pelo menos, iria ficar muito curioso. E se você não conhece nenhuma das versões anteriores, então comece por esta, mais intensa e com um pouco do DNA das outras. Você vai ter em mãos o que foi tirado de melhor das versões anteriores e poderá, posteriormente, escolher se quer ou não conhecer as raízes desta família. E que venha o Black XS Potion!


The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!