shadow

WILD CAT MUSK, DE ARTS&SCENTS

Perfumart - resenha do perfume Arts & Scents - Wild Cat Musk

Wild Cat Musk foi criado em 2011 e traz a sensualidade misteriosa da pantera negra vagando pela selva densa, quase impenetrável. Ao mesmo tempo, traça uma relação entre o almíscar e uma de suas fontes animais mais exploradas no passado, que é a Algália Africana, também conhecida como gato selvagem almiscareiro.

A fragrância de Wild Cat Musk traz notas de pimenta malagueta e grama, na saída; Almíscar e hibisco, no corpo; Madeiras, patchouli e, novamente, almíscar na base.

Na pele, Wild Cat Musk se comporta como um grande chipre clássico, daqueles que explodem em nuances florais, verdes e amargas, geralmente repletas de bergamota, muguet, musgos e aldeídos. Aqui, o cheiro do almíscar é animálico, como ficou marcado por décadas na indústria, antes dos monótonos cristais de almíscar branco, que conferem leveza, sensação de segunda pele e cheiro de limpeza.

A perfumista conseguiu criar uma fragrância que funciona como uma cápsula do tempo. Porém, não é para uma selva que ela me transporta, mas para uma época do cinema de Hollywood, quando divas como Katherine Hepburn, Rita Hayworth, Greta Garbo e Ingrid Bergman, entre outras, eram ansiosamente aguardadas nos tapetes vermelhos das principais premiações. É assim que imagino como seria o perfume delas!

Wild Cat Musk tem uma saída potente, mas acalma em pouco tempo, evoluindo para um fundo mais atalcado. Possui alta duração, é predominantemente mais voltado para o aspecto feminino, mas os fãs dos chipres de outrora não reconhecem gênero na perfumaria.

Fiquei surpreso com o que encontrei, ao aplicar na pele, baseado no que esperava pela composição. Por diversos instantes, me peguei pensando: “onde estão as notas de jasmim, jacinto, rosa, gálbano, etc. que sempre estiveram presentes neste tipo de fragrância?”.

No final das contas, Wild Cat Musk não me convence visualmente, mas me faz acreditar na mulher felina, de caminhar sinuoso e elegante. Ela é vintage – como uma imagem em preto e branco – e selvagem.


The following two tabs change content below.
Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!