shadow

YSL POUR HOMME HAUTE CONCENTRATION, DE YSL

Perfumart - resenha do perfume YSL pour Homme Haute ConcentrationO perfume YSL Pour Homme foi lançado em 1971 e trouxe a visão da grife para o que era necessário ao homem elegante e sofisticado da época. Um dos principais diferenciais foi a própria escolha do nome, uma vez que fragrâncias mais clássicas costumavam carregar o termo Monsieur (Senhor, em francês) em seus nomes.

Em 1983, uma versão ainda mais potente chegou ao mercado. Nascia YSL Pour Homme Haute Concentration ou, como é conhecido em inglês, Super Concentrate. Seu frasco possui o mesmo desenho da versão original, trazendo o spray embutido em uma capa preta. Mas as primeiras versões traziam uma logo ampliada da grife no centro de um frasco todo preto.

Naquele tempo não se falava em flankers, mas a composição da fragrância parece ter reduzido suas notas pela metade, focando nos acordes mais interessantes da versão anterior. Ela possui notas de saída de petitgrain, limão e cravo (a flor), notas de corpo de alecrim, fava tonka, acorde herbal e patchouli, e notas de fundo de noz-moscada e madeiras. Então, se antes tínhamos uma fragrância muito “limonesca”, com bastante presença de citrinos e evolução amadeirada, em YSL Pour Homme Haute Concentration temos uma variação à altura, porém mais balanceada.

O que eu quero dizer com isso? Bem, a saída continua com um forte teor cítrico, graças à presença das notas de petitgrain e limão. Mas tirar as notas de limão verbena e bergamota reduziu, drasticamente, o aspecto adstringente de antes. Além disso, a flor de cravo também subiu para o topo, trazendo uma nuance floral-picante que ajuda a mascarar o amargor.

Essa saída abre o caminho para um coração mais aromático, ao contrário do floral de antes. Aqui, o alecrim reina absoluto e seu aroma herbal e canforado se destaca perante a faceta balsâmica e amendoada da fava tonka. Mas ela existe e faz o elo com as notas de base, quando a fragrância fica mais densa e ganha nuances levemente musgosas. O bacana é que as madeiras não conferem um cheiro pesado e úmido, mas leve. E a noz-moscada traz um odor ardido e adocicado, que resulta em uma base de efeito acourado.

YSL Pour Homme Haute Concentration é um exemplo de primor da perfumaria clássica masculina, em uma época na qual gravar Alta Concentração no frasco (ou na caixa) não era um mero detalhe comercial só para atrair a atenção do público. Era realmente sinônimo de potência, quando as regras de produção eram mais claras e o limite entre uma EDT e uma EDP era respeitado.

Infelizmente, esse tipo de fragrância perdeu espaço ao longo dos anos e virou sinônimo de algo datado, envelhecido. Apenas os amantes da perfumaria, no aspecto atemporal, conseguem sentir apreço por este tipo de produto. Para mim, YSL Pour Homme Haute Concentration continua belo. Mas para a maioria dos novos colecionadores e especialistas, nascidos à beira do novo milênio, que se multiplicaram como Gremlins, mas agem como Mogwais em frente às câmeras 😜, é o tipo de fragrância que só seria elogiada se fosse vendida por uma dessas marcas do segmento de nicho. Saudade dos anos 80!


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É jurado e crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, blog especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »