shadow

212 VIP BLACK EAU DE PARFUM, DE CAROLINA HERRERA

Perfumart - resenha do perfume CH - 212 VIP Black

212 Vip Black foi lançado em meados de 2017, na época do verão Europeu. Olhando por esse lado, é praticamente impossível entender o momento de seu lançamento, quando a gente conhece a fragrância. Mas temos que lembrar que estações frias são muito mais rigorosas no exterior do que no Brasil e é nas épocas mais quentes que as festas badaladas acontecem em coberturas de grandes prédios ou em lugares abertos. E 212 Vip Black é uma fragrância concebida para uso noturno, não só na teoria, mas também na prática.

O universo VIP de Carolina Herrera começou em 2010 com a versão feminina, seguida pela fragrância masculina, em 2011. Depois delas, várias versões – incluindo edições limitadas – foram lançadas e conseguiram obter grande sucesso de vendas, pois a grife sempre traz fragrâncias que contam boas histórias e carregam apelo popular, despertando desejo do público, especialmente, o brasileiro.

212 Vip Black chegou abrindo um novo capítulo dessa história de festas com listas repletas de convidados selecionados, através de uma fragrância em concentração Eau de Parfum (a primeira da linha) criada por Anne Flipo e Carlos Benaim, nomes de peso na indústria. Para conseguir o tal coquetel sensual, que tem nuances de âmbar e absinto, além de camadas de lavanda e couro, foram trabalhadas notas de absinto, anis e erva-doce (na saída); lavanda (no coração); almíscar e casca das favas da baunilha negra (no fundo).

Na pele, seu comportamento faz por merecer um daqueles títulos de “Campeão da balada” ou qualquer coisa do tipo. 212 Vip Black tem uma saída totalmente baseada em nuances de anis, já que as notas de absinto e erva-doce também carregam muitas facetas desta outra. E o anis, por sua vez, costuma ter um lado levemente aromático, em contraste ao seu outro lado, que é licoroso e adocicado como o alcaçuz.

Sinceramente, a lavanda não fez qualquer diferença durante a evolução. Em contrapartida, a base adocicada pela baunilha se faz presente desde o início, permanecendo por toda a evolução.

Em termos de similaridades, é preciso cuidado com informações de blogs/fóruns internacionais. Em um famoso site internacional, vi inúmeras comparações com a fragrância de Pure XS (Paco Rabanne). Particularmente, não vi qualquer relação, pois esta última pertence à uma categoria completamente diferente, na qual a mirra se faz presente. Mas isso é assunto para uma outra resenha!

E já que toquei no ponto, vou adiantar a minha opinião, antes que me perguntem: achei um misto de Polo Red Intense com Ultra Male (principalmente, assim que borrifado), com excelente projeção e boa durabilidade, mas quase nenhuma evolução. É muito diferente por ser EDP? Não. Os outros perfumes do universo 212 VIP sempre funcionaram de forma similar e foram feitos em concentração Eau de Toilette.

Para finalizar, vale reforçar que a campanha teve o olhar fotográfico de Mario Testino e trouxe um jovem como rosto principal, que merece todos os aplausos, tamanha coerência com o público-alvo deste perfume. E o frasco é idêntico ao da versão 212 Vip Men Club Edition, agora na cor preta.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

7 comments on “212 VIP BLACK EAU DE PARFUM, DE CAROLINA HERRERA

  1. Renato

    Ótima resenha, descreve muito bem o que é o perfume. Agora deixando a minha opinião por ter um desse, fiquei bem decepcionado com a fixação do mesmo que está durando cerca de 6h na minha pele e estamos falando de um EDP. A projeção nas primeiras horas é muito boa, mas infelizmente dura pouco.

  2. Ola Cassiano desculpa mas vou te questionar sobre outro perfume rs, recebi um decant de óleo essencial Flor de Lotus Azul, do Atellier Segall, segundo eles vem da Nefertari no Egito, fragrancia deliciosa, por acaso vc conhece algum perfume que tenha como nota principal essa flor, masculino ou compartilhavel? abçs

    • Difícil te ajudar assim, pois a composição pode ser mais complexa do que a gente pensa e a Flor de Lótus pode nem ser a estrela principal da fragrância. Mas tenta conhecer Un Jardin Sur Le Nil, de Hermès.

      • Realmente não saberia lhe dizer masi sobre essa fragrancia…no site deles tbem não detalha bem, só diz que é um óleo essencial. Vou pesqusiar decant desse Hermès, muiiii obrigado pela ajuda!

  3. Estava ansioso por essa resenha, como sempre não me decepcionei. Sempre cuidadoso com as informações e uma maneira muito peculiar de passar as sensações olfativas do perfume.

    Parabéns Cassiano.
    Continue com seu ótimo trabalho

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »