shadow

L’HOMME ROCHAS, DE ROCHAS

Perfumart - resenha do perfume Rochas - L'Homme

L’Homme Rochas Eau de Toilette foi lançado em janeiro de 2020, criando um novo pilar de fragrâncias masculinas para a marca e trazendo o par perfeito para a fragrância de Mademoiselle Rochas.

L’Homme Rochas foi criado sob o conceito de reinventar o homem do momento, focando no estilo e personalidade do parisiense atual e respeitando os códigos da Maison Rochas. Para tal, a fragrância precisava transmitir características como: atemporal, casual e chique.

O perfumista responsável pela fragrância foi Bruno Jovanovic, que já esteve envolvido na criação de perfumes para marcas como Hugo Boss, Guess, Coach, Frédéric Malle, Calvin Klein, entre outras. Desta vez, ele deu vida à uma fragrância oriental-fougére de aspecto moderno, trazendo o lado refrescante e suculento da laranja sanguínea com o abacaxi, que recebem uma dose generosa de cardamomo, conferindo um toque aromático, logo na saída. Então, bagas de zimbro, essência de manjericão e gerânio se unem, no coração, revelando um acorde de gim, cheio de frescor e facetas balsâmicas. Por fim, a base surge com notas de fava tonka, musgo e patchouli, que acabam gerando nuances mais adocicadas e, ao mesmo tempo, levemente esfumaçadas.

Quando aplicado, L’Homme Rochas mostra que veio para brigar com a concorrência. E aqui, não estou me referindo à nota de abacaxi, portanto, tire da mente a primeira imagem que veio à sua cabeça quando leu as notas da composição. Aliás, criar uma fragrância masculina para Rochas sem utilizar limão ou bergamota no topo foi, digamos, um ato de coragem.

Mas o fato é que o frasco azul demonstra, mesmo que de maneira subliminar, qual é a fatia de mercado que a marca busca alcançar. Ao perceber isso, tudo fica mais claro e o efeito surpresa perde força. Entretanto, L’Homme Rochas tem aquele apelo inicial que garante boa parte das vendas baseadas em testes rápidos. E, sinceramente, funciona muito bem e sempre atrai elogios.

Particularmente, quanto mais vezes usei este perfume, mais ele cresceu no meu conceito. Há um equilíbrio entre as facetas verdes, frutadas, aromáticas e orientais, de maneira que não sintamos um exagero de ambroxan, tampouco uma sobrecarga saponácea, que foram alvo de críticas na concorrência. Além disso, é bastante versátil e possui ótima performance (mas requer atenção em dias muito quentes).

No meu ponto de vista, este lançamento conversa com um tipo de homem que vem sendo abandonado pelo mercado de cosméticos, uma vez que as novas fragrâncias esportivas reforçam estereótipos estéticos muitas vezes inalcançáveis, para quem não pode se dedicar três horas por dia na academia; as mais sóbrias parecem feitas apenas para o homem bem-sucedido financeiramente; e as sensuais reforçam o padrão do jovem baladeiro ou do hipster tatuado e barbudo. L’Homme Rochas fala com o amigo de todos, aquele meio “nerd”, bem resolvido em sua sexualidade, que curte de tudo um pouco, que é divertido, que gosta de eventos culturais, que faz de tudo para estar com a(o) namorada(o) e que é apresentado para a família na primeira semana.

Se identificou? Então, L’Homme Rochas foi feito para você.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É jurado e crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, blog especializado em perfumaria.

Latest posts by Cassiano Silva (see all)

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: