shadow

LUCEVERA, DE ACCENDIS

Perfumart - resenha do perfume Accendis Lucevera

O perfume Lucevera foi lançado no ano de 2017 e conta a história do chefe de uma ilha que foi seduzido por uma velha bruxa, ao se transformar em uma jovem e linda mulher. Mas ele já tinha uma amada: a bela Lani, que dançava a Hula da Flor como nenhuma outra. Lucevera significa, em Língua Portuguesa, verdadeira luz.

A fragrância de Lucevera é amadeirada-frutal, com um estilo Chipre moderno, e foi criada pelo perfumista italiano Maurizio Cerizza, criador de mais de 150 fragrâncias para grifes como Zippo, The House of Oud, Roccobarocco e Pino Silvestre, entra tantas outras. Possui notas de saída de bergamota da Calábria e groselha preta; notas de corpo de abacaxi e patchouli e notas de fundo de ambergris, baunilha e cedro da Virgínia.

Ao ser borrifada, a fragrância de Lucevera é luminosa…vibrante, ainda que esteja engarrafada no frasco preto da marca. A agradabilidade é instantânea e a nota de abacaxi se faz presente, logo de cara. Mas os italianos sabem brincar com citrinos como poucos e esse teor frutado recebe um banho ácido e levemente azedo, como se a casca da bergamota estivesse sendo prensada sobre uma rodela de abacaxi. Parece um desses sucos inusitados que nós, brasileiros, adoramos inventar com as frutas.

Uma pausa dramática: se tem abacaxi e é vendido como Perfume de Nicho, então é igual ao Aventus? Não, mas segue a mesma linha de pensamento. Enquanto aquele seca mais musgoso e esfumaçado, este é mais verde e ambarado.

Na minha pele, a groselha não fica tão ardida, mas confere um tom frisante e duradouro. O patchouli não é muito perceptível, mas o cedro é digno de aplausos, pois exala em abundância e não parece ter sido utilizado como nota coadjuvante, que é algo que tenho sentido nas fragrâncias lançadas nos últimos anos.

Com relação à baunilha, eu notei o seguinte: na pele, demora muito para surgir e não sobrepõe o lado amadeirado e seco do cedro. Mas se alguma borrifada atingir uma área da roupa, como a gola da camisa, então ela vai estar lá no dia seguinte.

Lucevera requer um pouco mais de sprays para que funcione dentro do esperado. Se a pessoa tentar economizar, corre o risco de reclamar mais tarde, alegando que a fragrância sumiu. Na minha pele, me deixou satisfeito pelo teor amadeirado, mas insatisfeito pela forma como a saída dissipa em poucos minutos, me fazendo desejar mais daquele abacaxi ácido.

E embora tenha um lado vibrante, que remete ao uso em dias mais quentes, é uma fragrância que tenho preferido usar/vestir à noite, porque a performance é melhor. Ah! E fica linda na pele das mulheres, viu?


The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *