shadow

TUBÉREUSE DE MADRAS, DE BOUCHERON

Perfumart - resenha do perfume Boucheron - Tubéreuse de Madras

Tubéreuse de Madras nos leva à cidade de Madras, hoje conhecida por Chennai, que é a capital do Estado de Tamil Nadu, no extremo sul da Índia.

Dentro da Boucheron La Collection representa a importância da cidade que oferecia aos seus exploradores uma cultura abundante, bem como aspectos sagrados, que eram representados pela tuberosa, flor fundamental para todas as crenças indianas. Os caçadores de pedras se encantavam com a beleza da cidade, onde a tuberosa foi cultivada pela primeira vez, e seu coração amarelo evocava a pureza do raro Diamante Canário.

A fragrância de Tubéreuse de Madras foi criada por Christophe Raynaud e composta através da união de delicadas pétalas de flores de laranjeira, folhas de violetas e maracujá, no topo da pirâmide olfativa, abrindo caminho para notas de ylang-ylang, frangipani e infusão de tuberosa, no coração, rumo à base de absoluto de tuberosa, baunilha e sândalo.

Na pele, Tubéreuse de Madras surpreende logo de início. Se já não bastasse a característica floral e acentuada da tuberosa, com suas inúmeras nuances leitosas, cremosas e indólicas, além do inebriante aroma que faz a gente lembrar de um jasmim cítrico, ainda por cima temos um suculento maracujá na abertura da fragrância. Amor à primeira vista (ou cheirada)!

Então, o coração se revela um buquê de botões amarelados, que combina a faceta carnal da tuberosa com o lado afrodisíaco do ylang-ylang e o frutado do frangipani. Pensando no Diamante Canário como conceito, o perfumista foi muito inteligente ao substituir o jasmim pelo frangipani, evitando um floral branco como resultado. Por fim, a tuberosa ganha um reforço na base, quando seu absoluto se mistura com a baunilha – que fornece um pouco mais de profundidade à fragrância – e com o sândalo, que encapsula tudo de forma confortável.

De acordo com a empresa, as concorrências olfativas seriam Carnal Flower (Frederic Malle) e Beyond Love (By Kilian).

Tubéreuse de Madras possui qualidade, projeta bem e dura por mais de oito horas sobre a pele. É unissex, mas sua beleza ganha força na pele feminina. É um perfume de aspecto diurno e alegre que, na minha opinião, deve grande parte de seu sucesso ao maracujá, que combinou com a tuberosa de forma excepcional. Sem dúvidas, uma das melhores fragrâncias da coleção.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

4 comments on “TUBÉREUSE DE MADRAS, DE BOUCHERON

  1. Maria Angelica

    Cassiano,mais uma pergunta.Gostava demais de um perfume chamado Magnetic da Gabriela Sabatine,ele possuia tuberosa,ylang,ylang,sândalo,gardênia e jacinto.Vc saberia me dizer qual perfume se assemelharia a ele?Desde já agradeço

    • Me lembro da embalagem mas, infelizmente, nunca cheguei a conhecer a fragrância. 🙁

  2. Maria Angelica

    Olá Cassiano,boa tarde.Este perfume tem boa fixação e projeção?Pergunto isto porque ele está sendo comparado ao perfume que tem maior concentração da essência de tuberosa que existe,o Carnal Flower.Achei o Vanille ,da mesma coleção,bem suave.Desde já agradeço

    • Olá!
      Eu falo sobre projeção e fixação, na resenha. Em todas as minhas resenhas dessa coleção, usei os caminhos olfativos citados pela própria Boucheron no material da imprensa. Porém, em termos de tuberosa, Carnal Flower dá surra nesse aqui.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »