shadow

SINGULIER POUR HOMME, DE BOUCHERON

Perfumart - resenha do perfume Boucheron - Singulier

Singulier Pour Homme Eau de Parfum é a mais recente aposta da grife Boucheron voltada ao público masculino, lançada no final de 2022. Se não me engano, a última fragrância masculina antes desta foi Quatre Absolu de Nuit pour Homme, lançada em 2017. Obviamente, não estou considerando as fragrâncias unissex da La Collection.

A fragrância de Singulier Pour Homme Eau de Parfum é classificada como amadeirada-aromática e foi criada por Caroline Dumur, que já criou fragrâncias para grifes como Chloé, Carolina Herrera, Carven etc. Nesta aqui, ela revela que utilizou dois tipos de cedro e, também, dois tipos de patchouli. A pirâmide olfativa lista notas de zimbro, toranja e bergamota, na cabeça; Notas de gerânio, sálvia e lavanda, no corpo; Notas de vetiver, patchouli e cedro, no fundo.

O design do frasco reforça o corte esmeralda e os códigos de excelência da tradicional joalheira francesa. A cor azul e os acabamentos cromados transmitem elegância e conversam bem com o homem contemporâneo.

No que diz respeito à fragrância, Singulier Pour Homme Eau de Parfum toca a pele de forma muito prazerosa. O que nós chamamos de gancho, na perfumaria, é bastante agradável e faz a venda da fragrância em poucos instantes. Uma explosão evidente de zimbro, aliada à acidez da bergamota, exala sem medo de assustar e revela todo o efeito canforado e aromático da lavanda. A sálvia do tipo officinalis traz picância, sem aquelas nuances mais adocicadas do tipo esclareia.

Deste ponto em diante, a fragrância parece ficar mais gelada na pele e pouco se nota do patchouli, pelo menos em mim. Realmente, o cedro conduz a secagem e Singulier Pour Homme não apresenta mais quaisquer mudanças.

A performance, porém, é um problema à parte. A fragrância explode no início, exala por alguns minutos e depois satura o olfato, causando a falsa impressão de não estar mais projetando. E para piorar, ela perde potência mesmo, ficando rente à pele rapidamente, com duração máxima de seis horas. É claro que eu, como crítico, estou ciente do perfil estipulado pela maioria das grifes do segmento de joalherias que vendem perfumes, ou seja, elegância acima de tudo. Mas o consumidor final nem sempre compreende isso.

E não posso finalizar sem dizer o que já é óbvio: Singulier Pour Homme Eau de Parfum é, claramente, a tentativa de Boucheron (através da Interparfums) de pegar um pouco da fatia de mercado conquistada por Bleu de Chanel e todas as fragrâncias concorrentes que vieram depois. Errados não estão, mas um pouco atrasados, eu diria.

Eu até gostei da fragrância e acho que é perfeita para uso em escritórios fechados, salas de trabalho compartilhado, consultórios médicos ou aquelas baias pequenas de agências bancárias. Só pecou em não entregar o mesmo resultado que as outras já entregavam antes.


The following two tabs change content below.
𝘽𝙤𝙧𝙧𝙞𝙛𝙖𝙣𝙙𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙝𝙚𝙘𝙞𝙢𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙝𝙖́ 𝙖𝙣𝙤𝙨. Crítico de fragrâncias, jurado de premiações nacionais nas categorias de perfumaria fina e cosméticos masculinos, além de consultor particular de estilo em fragrâncias e criador do Perfumart, blog especializado no assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *