shadow

AZZARO POUR HOMME NIGHT TIME, DE AZZARO 

Perfumart - resenha do perfume AZZARO POUR HOMME NIGHT TIMELançado em 2011, após o sucesso obtido com as vendas de Azzaro Pour Homme Elixir (2009), este perfume entrou na minha lista de desejos, desde que o conheci em uma viagem internacional. Mas acho que a empresa se perdeu no conceito, ao afirmar que o nome descreve, claramente, o momento ideal para se usar esta nova expressão olfativa, ou seja, à noite. No meu ponto de vista, esta fragrância pode ser usada a qualquer hora do dia, mas não consegue ser tão sensual ou sedutora quando a versão Elixir.

Azzaro Night Time é mais versátil, ainda que transmita muita confiança. E não possui notas orientais, a fim de amplificar a faceta oriental. Muito pelo contrário, não é doce, tampouco cremosa. É aromática e verde, com uma base amadeirada. Suas notas combinam laranja amarga e ruibarbo, no topo; acorde de samambaia, pimenta preta e noz-moscada, no coração; cedro e vetiver, na base.

Segundo o fabricante, seria uma releitura do clássico de 1978, Azzaro Pour Homme, mantendo a mesma estrutura olfativa: caráter (representado pelo anis), sedução (representada pela lavanda) e atemporalidade (representada pelo vetiver). Neste aspecto, eu concordo! Esta versão Night Time consegue ser forte, sedutora e atemporal, dentro dos moldes do mercado atual masculino. Não é datada, mas também não é baladeira.

Quando atinge a pele, a saída é frutada, sem ser suculenta. O ruibarbo tem esse aroma azedo e frutado que combina muito bem com notas de especiarias. E a laranja ajuda a dar o tom cítrico e amargo. Embora muitas pessoas não gostem da nuance do ruibarbo, para mim essa é a parte mais interessante neste perfume. A evolução traz uma etapa mais verde. Ainda que a samambaia não tenha cheiro, como a arruda ou a hortelã, por exemplo, o acorde utilizado, juntamente com a pimenta, fornece um cheiro mais seco, antecedendo a base amadeirada. O cedro, na minha opinião, encerra a evolução com primor. Seu aspecto resinoso, verde, quase cítrico e luminoso, produz um efeito positivo em qualquer fragrância masculina.

Fazendo uma comparação crua, eu diria que esta versão é a mais jovial e segura de todas, enquanto a versão Elixir seria a do homem conquistador e romântico e a versão original, a do homem clássico e de mais idade.

Por fim, o frasco manteve a mesma identidade visual da linha Pour Homme, com um discreto degradê em tons de cinza.


The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É jurado e crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, blog especializado em perfumaria.

Latest posts by Cassiano Silva (see all)

One comment on “AZZARO POUR HOMME NIGHT TIME, DE AZZARO 

  1. Flávio Fagner

    Ótima resenha, tenho essa joia e adoro, recebo mais elogios com ele do que com o badalado Bleu, que comprei no escuro por causa das resenhas favoráveis e que pro meu gosto não vale o quanto pedem…

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: