shadow

Marca australiana de nicho de olho no Brasil. (PT and EN languages).

Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - Coleção

PortuguêsEnglish

Entra ano, sai ano, o governo muda, novas crises econômicas surgem e o mercado de perfumes no Brasil continua se mantendo rentável. Já faz alguns anos que estamos figurando entre os três maiores, no ranking de consumo de cosméticos e perfumaria, em todo o mundo. 

Recentemente, o mercado brasileiro começou a chamar a atenção de um outro segmento dentro da perfumaria mundial: a Perfumaria de Nicho. Posso falar com conhecimento de causa, pois venho sendo procurado, constantemente, por criadores e perfumistas de marcas desse segmento (um exemplo recente foi a entrevista que fiz com Cécile Zarokian).

Entre as maiores dúvidas estão: perfil do consumidor brasileiro com relação à Perfumaria de Nicho, relação custo-benefício, questões regulamentais, processos de importação, distribuidores interessados, pontos de venda, etc.

Fico muito feliz em compartilhar com vocês, em primeira mão, mais esta novidade: a Goldfield & Banks Australia está estudando a possibilidade de ingressar no mercado brasileiro e o Perfumart foi o primeiro (e único) blog/canal/mídia especializada a receber as fragrâncias, em nome do fundador da empresa, participando com insights e opiniões de mercado

Year in, year out, the government changes, new economic crises arise and the perfume market in Brazil continues to remain profitable. For some years we have been among the top three in the ranking of cosmetics and perfumery consumption worldwide.

Recently, the Brazilian market began to draw the attention of another segment within the world perfumery: niche perfumery. I can speak with proper knowledge because I have been constantly sought by creators and perfumers of brands in this segment (a recent example was the interview I made with Cécile Zarokian).

Among the biggest doubts, there are the Brazilian consumer profile with respect to niche perfumery, cost-benefit ratio, regulatory issues, import processes, interested distributors, points of sale, etc.

I am very happy to share with you, first hand, this novelty: Goldfield & Banks Australia is studying the possibility of entering the Brazilian market and Perfumart was the first (and only) blog/channel/media that received the fragrances on behalf of the company’s founder, participating with insights and market opinions. 

Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - Dimitri

PortuguêsEnglish
Sobre a Goldfield & Banks Australia

Em 2016, A Goldfield & Banks Australia surgia no mercado internacional, mais precisamente em Sydney, através das mãos do empresário belga-francês Dimitri Weber. Ele vem trabalhando nas indústrias de criação de marcas e fragrâncias por muitos anos, incluindo passagens pela BPI (Beaute Prestige International), Guerlain, Interparfums e Shiseido.

Desenvolver a Goldfield & Banks foi uma extensão natural do que ele tem feito na indústria, porém com independência criativa, junto com uma equipe focada em uma visão particular de negócios. Como resposta, a marca se destacou junto ao público, rapidamente, graças ao apoio de entusiastas e influenciadores do ramo. E isso não é apenas resultado de uma tendência, pois as fragrâncias possuem estilo próprio e são concebidas através do uso de plantas, raízes, flores e madeiras de origem local, a fim de resultarem em “paisagens olfativas” singulares. 

Em termos de conceito, cada fragrância tem uma conexão com a flora nativa da Austrália e as matérias-primas são destiladas e extraídas com responsabilidade ambiental. Elas não são testadas em animais e são livres de parabenos e ftalatos.

Desert Rosewood traz um jacarandá natural e denso; Wood Infusion é um reflexo da costa de Queensland e traz madeiras raras, como agarwood e sândalo Album; White Sandalwood é considerado o mais picante da coleção, unindo o açafrão e o tomilho; Blue Cypress traz um cipreste oleoso e bastante lenhoso, além de um toque de anis; Pacific Rock Moss se tornou um fenômeno nas mídias e carrega notas de cedro da Virgínia e musgo; Southern Bloom foi a última fragrância lançada (2018), em edição limitada, e celebra o florescimento da planta Brown Boronia, uma vez referenciada por Boronia Megastigma, que é cultivada na Tasmânia.

About Goldfield & Banks Australia

In 2016, Goldfield & Banks Australia appeared in the international market, more precisely in Sydney, through the hands of the Belgian-French businessman Dimitri Weber. He has been working in the brand-making and fragrance industries for many years, including positions at BPI (Beaute Prestige International), Guerlain, Interparfums and Shiseido.

Developing Goldfield & Banks was a natural extension of what he has done in the industry, now with creative independence, along with a team focused on a particular business vision. In response, the brand quickly stood out to the public, thanks to the support of enthusiasts and influencers of the field. And this is not just a result of a trend since the fragrances have their own style and are conceived through the use of plants, roots, flowers, and woods of local origin, in order to result in unique “olfactory landscapes”.

In terms of concept, each fragrance has a connection with Australia’s native flora and the raw materials are distilled and extracted with environmental responsibility. They are cruelty-free and have no parabens or phthalates.

Desert Rosewood features a natural and dense rosewood; Wood Infusion is a reflection of the Queensland coast and brings rare woods such as agarwood and sandalwood album; White Sandalwood is considered the spiciest of the collection, joining saffron and thyme; Blue Cypress brings an oily and quite woody cypress, plus a touch of anise; Pacific Rock Moss has become a phenomenon in the media and carries notes of Virginian cedar and moss; Southern Bloom was the last fragrance released (2018), in limited edition, and celebrates the Brown Boronia plant, once referenced by Boronia Megastigma, which is grown in Tasmania.

Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - Australia

PortuguêsEnglish
Próximos passos:

No meu ponto de vista, a marca não terá dificuldades com relação a aceitação das fragrâncias, pois o consumidor brasileiro já começa a buscar criações contemporâneas, que possuem estilo próprio e conceito de preservação ambiental. Afinal de contas, não há mais espaço para produtos que ainda exploram ou são testados em animais, principalmente, quando estamos falando de perfumes que custam cerca de US$200 (nos Estados Unidos).

O maior desafio a ser enfrentado no Brasil será a escolha ideal da praça (ponto de venda) e do preço final, fazendo um casamento perfeito entre custo e benefício, visando atingir o público certo. Para tal, é preciso investir (e muito) em treinamento, pois, a Perfumaria de Nicho não vende apenas um produto, mas uma experiência. Estamos ansiosos!

Next steps

In my point of view, the brand will not have difficulties regarding the acceptance of the fragrances, since the Brazilian consumer is already searching for contemporary creations, which have their own style and environmental preservation concept. After all, there is no more room for products that still explore or are tested on animals, especially when we are talking about perfumes that cost about US$ 200 (in the United States).

The biggest challenge to be faced in Brazil will be the ideal choice of the place (point of sale) and the final price, making a perfect marriage between cost and benefit, aiming to reach the right audience. To achieve this, they need to invest (a lot) in training, because Niche Perfumery not only sells a product but an experience. We can barely wait!

Saiba mais sobre as fragrâncias (Portuguese only)

Abaixo, você confere as minhas análises completas para cada uma das fragrâncias, conforme ordem de experimentação. 

Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - WI Wood Infusion

A inspiração foi a Ilha Fraser, localizada em Queensland, e considerada a maior ilha de areia do mundo. 

O conceito criativo visa retratar a variedade de madeiras exóticas ao redor da ilha. Para isso, foram combinadas notas de laranja doce do Brasil, óleos essenciais de madeiras exóticas (que transmitem o delicioso cheiro do eucalipto australiano), lavanda da Austrália, íris da Itália, almíscar, patchouli da Indonésia, âmbar, Sândalo Album da Índia e OUD.

Para ler a resenha completa, clique aqui

Desert Rosewood

A inspiração foi a região conhecida como Central Highlands, em Victoria, que são as Terras Altas Centrais ou, como chamamos em Português, o Planalto Central. 

O conceito criativo visa retratar o encontro do velho com o novo, das árvores com as áridas paisagens sob o sol escaldante. E esse contraste é feito através de uma fragrância adocicada e amadeirada de aspecto coriáceo e quente. 

Para ler a resenha completa, clique aqui

Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - DR
Blue Cypress

A inspiração foi a região do Parque Nacional Kakadu, que cobre uma extensão com mais de 12 mil quilômetros quadrados e é reconhecido como Patrimônio Mundial pela UNESCO. 

O conceito criativo visa retratar uma leve névoa incensada que se funde com o aroma do orvalho da manhã e que evapora das folhas da floresta azul-esverdeada, enquanto o sol lança seus raios sobre resinas e eucaliptos. 

Para ler a resenha completa, clique aqui

White Sandalwood

A inspiração foi a região de Kununurra, no oeste da Austrália, com seu chão vermelho causticante e paisagens acidentadas, o lago artificial Argyle e sua mina de diamantes rosas e raros, entre outras belezas naturais que abrigaram povos aborígenes por milhares de anos.

O conceito criativo visa retratar o cheiro de um óleo perfumado crepitante que escorre das folhas balsâmicas de uma árvore sagrada. 

Para ler a resenha completa, clique aqui

Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - WS
Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - PRM Pacific Rock Moss

A inspiração foi a região da Nova Gales do Sul (New South Wales), que é o Estado mais populoso da Austrália, tendo Sydney como capital, além de praias exuberantes e montanhas com florestas naturais (Blue Mountains).

O conceito criativo visa retratar uma caminhada pela costa, onde as ondas batem nas rochas aquecidas pelo sol, nos longos dias e noites quentes de verão. Para tal, foram combinadas notas de musgo da costa da Austrália, limão da Itália, sálvia da França, gerânio do Egito e cedro da Virgínia. 

Para ler a resenha completa, clique aqui

Southern Bloom

A inspiração foi a Ilha de Bruny, localizada na costa da Tasmânia. A região é conhecida por praias tranquilas, florestas tropicais, vida selvagem (vombates, cangurus e até pinguins), sendo dividida por uma estreita faixa de terra e famosa por sua vegetação arbustiva.

O conceito criativo visa homenagear a Boronia e sua época de florescimento, em setembro. A Boronia é um gênero com cerca de 160 espécies de plantas e está presente em diversos territórios da Austrália. A mais perfumada é conhecida como Boronia Marrom (Boronia Megastigma). De acordo com a empresa, seu absoluto é extraído através de um método exclusivo e de alto preço (US$ 10 mil/quilo).

Para ler a resenha completa, clique aqui

Perfumart - post Goldfield & Banks no Brasil - SB

*Fotos: reprodução – goldfieldandbanks.com / Textos: Perfumart.


 

The following two tabs change content below.
Publicitário, amante da comunicação, blogueiro, apaixonado por fragrâncias e cosméticos em geral. É colecionador de perfumes, crítico de fragrâncias nacionais e internacionais, consultor particular de estilo em perfumaria e dono de um grupo no Facebook voltado apenas para os homens. Criador e proprietário do Perfumart, portal especializado em perfumaria.

Fique à vontade para deixar o seu comentário!

Translate »